domingo, 14 de fevereiro de 2010

Crise existencial



Por: Marcio Alves


A crise do homem começa no homem a propósito de o próprio homem ser quem ele é em meio a sua essência do existir em seu ser.
Quem sou eu? Nos auto questionamos.
Será que sou o que penso que sou? Será que sou o que sou?
Duvidas e mais duvidas perpassam do ser no que é o seu ser. Questionamentos que nos leva para mais questionamentos. Sendo o próprio questionar um cavar de poço muito fundo e escuro, quanto mais cavamos, mais fundo fica, e a medida que se vai mais fundo, mais escuro se torna o poço.

Olhamo-nos no espelho esperando encontrar repostas, mas o que vemos nos faz duvidar ainda mais de nós mesmos.
Será que sou o que vejo ser eu?
Ou seria eu além do que vejo ser eu?
A profundidade do nosso autoconhecimento, não abranda a crise do ser, pelo contrário, nos afunda mais ainda no ser que é ser, mas não sabe o que é ser o ser no ser.
É como se os deuses dissessem: “O premio do saber será uma grande maldição, quanto mais os homens buscarem respostas, mais ainda encontrarão duvidas sobre si mesmos”.

De onde viemos?
As religiões nos dizem ser o nosso ser vindo do Ser que é o Ser supremo dos seres.
Energia, natureza, pessoa, força e cosmo, ou ainda Javé, Alá, Brahma e Zambi, não importa quais os nomes ou distinções que cada uma das muitas religiões dá ao Ser supremo da suas crenças, mas o que todas concordam é que o homem emana de Deus.
Mas a ciência com a teoria da evolução, para nos colocar mais duvidas, vai nos dizer que tudo não passou de uma explosão cósmica que resultou na evolução da natureza, inclusive o ser humano.
Mas agora em que ou em quem eu devo acreditar?

Para onde iremos após a nossa morte?
As religiões nos garantem que continuaremos vivos depois que morrermos, mas o que esqueceram foi de combinar entre elas uma mesma resposta, pois cada uma tem uma resposta, sendo a resposta o calcanhar de Aquiles da crença da vida após a morte.
Ou será que nisto reside a sua força?
A força da crença na continuação da existência após morte se encontra na crença de todas as crenças, embora de maneiras díspares e até mesmo divergentes?
Mas como acreditar que depois que morrermos ainda iremos continuar vivos, se nunca ninguém morreu, e depois ressuscitou para nos contar essa história?

E Deus, será que existe mesmo? Ou será mera produção da fértil imaginação da mente humana? Quem é Deus se de fato ele existe?
Eu me vejo como Jesus que exclamou “Deus meu, Deus meu porque me desamparastes?”.

Mas é em meio a tantas dúvidas, nenhuma certeza, atormentado pelo pensar, mergulhado na mais visceral angustia da alma, na mais absoluta crise existencial, que o homem renasce das cinzas com coragem existencial, e apesar da não evidencia, da não certeza, das perguntas sem respostas que, o ser corajoso desafia os desafios da desafiante existência é como um soldado ferido, já quase morto e sem esperanças em uma sangrenta guerra que mesmo assim, resolve continuar batalhando, teimosa e maravilhosamente resolve continuar vivendo sem respostas prontas e seguras, apostando que a vida é maravilhosa em si mesma, vive e sobrevive tentando dar a vida sentidos além dos meros sentidos percebidos pelos sentidos.

Coragem existencial é olhar para dentro de si, encontrar motivações além da razão para continuar existindo, vivendo a vida sem medo da vida.
É somente depois de uma grande crise, que o homem está pronto para recomeçar a viver, mesmo sem Deus, sem crenças, e sem eternidade, valorizando o existir, vivendo a vida a partir da vida, enfrentando, mesmo ferido, a angustiante, aventureira e emocionante vida!

E se Deus existe, Ele deve ficar orgulhoso com o homem que faz a vida ter sentido e significado, mesmo que tal homem não creia nele, pois sabe que não pode culpar os mesmos, pois Ele decidiu sem pedir nossa opinião que, a melhor maneira para se viver é viver sem vê-lo, pois com a sua presença aqui de maneira a impor para nós uma autoridade, seria castradora da nossa liberdade de ser e não ser o que quiser ser, de modo a vir se tornar ser o que é para ser, sendo nós mesmos os construtores de nossa historia de viver.

Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

101 comentários:

  1. Marcio, meu sócio amado e amigo de longa data...quantas não foram as crises que já passamos juntos...ou até mesmo separados? Mas aqui estamos nós, firmes e fortes, renascidos das cinzas como uma Fênix mitológica.

    Lembro-me quando as pergntas nos inquietavam, causava-nos angústias sem tamanho. Mas hoje, essas mesmas perguntas nos fazem seguir adiante, caminhando rumo ao esclarecimento total...ou até mesmo parcial de nossa existência...mas caminhando em frente.

    Já nos libertamos de muitas amarras, e muitas outras ainda terão que ser desatadas, mas o caminhar rumo à "iluminação" é lento...pesaroso...muitas vezes confuso...mas sempre muito intenso, pois é assim que escolhemos viver a vida...com intensidade, aproveitando as "migalhas" da criação.

    Hoje amamos a Deus muitíssimo mais do que amávamos há 7 anos atrás, por que? É simples!

    Porque nós optamos por largar o fardo que nos fora lançado aos ombros pelo velho paradigma em que vivíamos. Hoje o único peso que carrego, é o de ser um homem bom..amoroso, carinhoso com meus irmãos. Ser um bom pai para meus filhos, e exemplo de vida, honestidade, e ânimo.

    "A crise é necessária em nossas vidas, mas sempre saíremos melhor dela"

    Abração meu irmão!

    ResponderExcluir
  2. E Aí Márcio

    Uma coisa são as crises “existenciais”, outra coisa são as nossas próprias crises. Os questionamentos são teus, o poço profundo também, as dúvidas são tuas e são reflexo da tua própria experiência de vida.

    O teu problema é um total descrer mesmo que não tenha nenhum fundamento para isso; é apenas o fato de você por causa da tua bagagem religiosa negativa querer afirmar que nada pode ser como está dito. É sair de um extremo para lugar nenhum. Um falso ateísmo instalado na alma.

    Parece até como disse o Salmista “isto é enfermidade minha”

    Porque se preocupar?

    Quem de vós pode, à força de se preocupar, prolongar um pouco a vida? Portanto, não vos preocupeis com o amanhã, pois o amanhã se ocupará consigo mesmo. A cada dia basta o seu problema.

    Jesus teve crise existencial? Talvez por ser humano sim, mas crise de identidade e fé NUNCA. Diferente com você. A tua crise é existencial, de identidade e de fé, e provavelmente por isso tanta inquietação.

    O incentivo a partir das crises vencidas, de uma situação que milagrosamente muda, sair com mais experiência dos intemperes da vida, é muito bom e faz parte da pedagogia da vida. É por isso que a vida não deve passar pela vida, sem que da vida seja extraída todas as lições da vida que com certeza nos amadurecerão.

    Você ainda é muito novo para saber muita coisa sobre a vida, falando apenas de forma subjetiva tentado ser um pouco acadêmico.

    Esses sentimentos são característicos da idade, e confesso que já deveria estar mais maduro. Essa crise vai passar quando você deixar de ser menino.

    As crises são tuas e não minhas, Portanto são tuas e não de todos. Como podemos dizer que amamos a Deus se afirmamos não conhece-lo? Como podemos amar aquilo que não conhecemos?


    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Prezado amigo Marcio


    Enquanto a folia carnavalesca corre solta lá fora, estou eu aqui a refletir sobre esse teu instigante e significativo ensaio.

    Fomos condenados a liberdade de existir.

    Chegamos a esse mundo de uma forma bisonha e cruel: expulsos do Éden uterino onde estávamos confortavelmente dormindo e sonhando com os deuses. Para aqui viemos ou nascemos aos berros de dor, desespero e desamparo.
    Essa é a nossa sina: lutar, lutar e lutar para se ter uma pequena gratificação no nosso caminhar existencial.

    Quero fazer minhas, as palavras do Teólogo e filósofo, Miguel de Unamuno:

    “Não quero morrer não; não quero nem devo querê-lo; quero viver sempre, sempre e sempre, e viver eu, este pobre eu que sou e me sinto ser agora e aqui. E por isso me tortura o problema da duração de minha alma”.

    Mas a religião me ensina a aceitar o : “Hás de morrer!”

    A verdadeira vida do cristão nasce de sua morte e de sua aceitação da morte. Na verdade, o que desejamos na imortalidade é prolongar essa nossa vida terrena, sem as dores, sem os sofrimentos e sem a censura purificadora da morte.

    Existir é viver sofrendo, amando e esperando, ainda que na porta de nossa mansão coloquem os dizeres: “Deixai aqui toda a esperança!”


    Parabéns, pelo seu reflexivo ensaio


    Levi B. Santos

    ResponderExcluir
  4. WAGNER

    (Abaixo respondo ao seu comentário pela ordem em que foi escrito, sem copiar e colar, para não ser ainda mais extenso o meu comentário.)


    Você está correto quando diz que eu escrevi esta postagem a partir das minhas próprias experiências em crise, mas discordo quando você diz que elas são apenas minhas crises, sendo que são da humanidade, pois eu não conheci nem mesmo o mais crente dos crentes que lá no fundo não tivesse pelo menos um “pingo” de duvida, por exemplo: sobre a existência de Deus.


    A não ser WAGNER que tu sejas um super homem, com uma Fé absoluta e inabalável, que nunca tivesse duvida sobre a existência de Deus!!!! Será que é isso mesmo WAGNER????


    Há sentimentos, percepções, duvidas e crises que fazem parte não apenas de um sujeito, mas de toda raça humana!!! Ou você discorda?????


    Como assim não temos motivos para descrer???
    Sendo que a Fé só pode ser Fé, se não houver evidencias concretas!!!! Pois se houver provas cabais, não precisamos de fé, sendo uma constatação!!!!


    Horas WAGNER, por que se preocupar??!!!! Como podes fazer uma pergunta dessa??? Na teoria é fácil, mas na pratica meu amigo, não é tão fácil assim!! Não se esqueça que somos HUMANOS e não deuses!!!!


    Em relação à motivação de viver que adquirimos através das crises e problemas vencidos, concordo plenamente com você.


    Eu sou um jovem com a crise de um homem, talvez por pensar muito, isto tenha me levado mais cedo para o abismo da crise existencial.
    Mas não sei como ou porque, eu acredito que somente depois de ter passado pela crise existencial que o homem consegue entender a dimensão do que é a vida!!!!


    Ou talvez WAGNER, há medida em que vamos amadurecendo a crise tenda a crescer, ou talvez não, depende de cada um.
    Mas não sei se quero que ela passe, pois ela me leva para nua e crua realidade de nossa existência, pois a verdade não gera conforto, pelo contrário, a ilusão é que é geradora e maximizadora da felicidade, basta olhar para as crianças e verás que são as mais felizes!!!!


    Então WAGNER, como tu podes conhecer aquele que é o grande mistério????
    Se fosse assim tão fácil e conhecido, Deus não seria de infinitas maneiras entendido e crido por todos!!!!!


    Abraços

    ResponderExcluir
  5. MESTRE LEVI

    É verdade, eu não tinha parado para pensar que, enquanto as pessoas estão se divertindo o máximo possível no carnaval, aqui estou em meio à crise existencial refletindo sobre a vida!!!!


    É mesmo Levi, fomos e somos condenados, não somente a liberdade de existir, mas a própria existência, pois qual de nós escolheu nascer???? Na circunstância, lugar e de pessoas que nascemos????


    Eu também acho que a nossa vida é só bela para as pessoas que vivem em conto de fadas, pois a realidade é muito crua e nua. Claro que há momentos de felicidades, mas também há momentos longuíssimos de dor e tristeza!!!!


    Mas agora Levi em relação aos ensinamentos esperançosos e muitas vezes fantasiosos da religião, que nos ensina a resignação diante da morte, não seria esta promessa, ainda que possa ser verdadeira, pois no fundo todos nós desejamos a vida após a morte, narcotizante da vida presente?????


    Abraços

    ResponderExcluir
  6. EDSON MOURA

    O homem tem em sua natureza o instinto, igual a da fênix mitológica, de renascer das cinzas, de construir em meio à destruição, de gerar vida em meio à morte!!!!

    Embora as perguntas nos impulsionem em seguir em frente, elas ainda me deixam em profunda angustia, pois por mais que saibamos, aprendamos, amadureçamos e cresçamos, ainda não chegamos aos pés da arvore do conhecimento!!!!!

    É verdade meu amigo, já conseguimos avançar, e muito no processo do amadurecimento da vida, mas ainda falta muito, mas pelo menos tivemos e ainda temos a coragem de largar os confortos da resposta pronta, para nos lançarmos na procura de nossas próprias e trabalhosas respostas, construídas em meio às maiores crises.

    Hoje mais do que nunca, carrego o único peso verdadeiro: o de ser eu mesmo eu!!!!

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Crise existencial não é exclusividade da adolescência ou de um jovem sem muita experiência de vida, tenho por certo que o próprio nome “crise existencial” já sugere que o existir é a razão das crises.

    Desde tempos remotos a religião e a ciência tentam decifrar a vida, a morte e Deus, portanto os questionamentos, em alguns momentos nos farão avançar e em outros nos farão estacionar e ainda outros nos farão retroceder, mais com a finalidade de descobrirmos as repostas para as nossas maiores duvidas.

    Digo respostas, pois acredito que não há uma única resposta ou uma única questão. Aprendi que das muitas questões se da inicio as grandes descobertas e destas a continuidade da conversa e que uma única resposta Dara por encerrada as descobertas e por fim a uma boa conversa. Nossa intenção, e creio que seja esta a intenção do nosso amigo Marcio, não é estabelecer uma única resposta para as nossas crises ou estabelecermos uma verdade absoluta. Acredito que o homem vive a intensa necessidade de se encontrar, neste caso só conseguirá quando encontrar dentro de si mesmo a sua Imago Dei.

    Crise existencial é inerente do homem enquanto existir, pois enquanto existe já está preocupado quando deixar de existir, a tal da vida após a morte, quem poderá responder? Alguém pode responder, quem morreu voltou a existir e pode contar detalhes?

    Aparecerão alguns que pela sua fértil imaginação, dirão que atravessaram a linha entre a vida e a morte que chegaram á outra dimensão. Alguém curioso perguntará: “O que foi que você viu? E ai você viu Deus? Você viu Jesus? Viu o Diabo? Qual é a sensação da morte?

    Aquele que supostamente experimentou a morte, responderá: São coisas inefáveis, a qual eu não posso decifrar. Nova crise então se instalará.

    Termino com Salomão que já em idade avançada, cheio de experiência de vida disse: Melhor é não ter nascido. Melhor é morrer do que viver, Melhor é ir á um velório do que á uma festa.

    Em outras palavras ao nascer, o homem só tem uma certeza que um dia irá morrer.

    ResponderExcluir
  8. Marcio,

    Como sempre temos que voltar a comentários antigos para dizer o que já foi dito. A gente fica como o povo de israel rodeando a terra.

    Se você reler alguns comentários vai ver que eu não disse o que você está dizendo que eu disse.

    As crises mencionadas na postagem são crises que não são gerais, apesar de já ter dito no comentário feito no Gresder que até Jesus passou pelas crises.

    Da minha parte nunca passei pela crise de duvidar da existência de Deus, e conheço muitas pessoas maduras que também não. Se você conviveu com pessoas assim e essa é a tua referência, que pena que você coneceu muitos religiosos.

    Não precisamos ser super-homens para isso basta ser maduro. Existem coisas que são realmente comum a todos, mas tem coisas que são tuas e só tuas.

    Eu quando citei um texto do sermão do monte, até proclamado pelo Edsom (ele se mostra com mais maturidade do que você), não nos excluir de problemas mas como os enfrentamos faz a diferença. Eu já te disse algo sobre as minhas experiências.

    Vou te contar outra.

    Quando eu ainda dependia do meu pai, sogra e família, aconteceu uma tragédia na minha família. Perdi meu pai num acidente, minha tia perdeu a empresa e os meus sogros também faleceram. Fiquei dependade, com um filho pequeno e literalmente sem família para ajudar.

    Passei necessidade e num momento difícil a minha esposa teve um sonho onde ela via uma melancia inteira... Dentro da melancia ela via um cheque .. No sonho o Senhor perguntava para ela: Quem pode colocar esse cheque na melancia?
    Ela respondeu: Só Deus pode fazer isso.

    Acredite ou não a nossa vida começou a mudar no dia seguinte ao sonho. As portas se abriram de tal maneira que até hoje sustento a minha família, e ja fazem 18 anos que isso aconteceu.

    Volto a dizer.

    A crise é tua e não minha e não de todos. Apesar de saber que todos passamos por crises, estou me referindo principalmente a postagem.

    Na realidade você fala do que não conhece e alguns por aqui também.

    Conhecer o grande mistério, eu já disse aqui e em outros lugares. Ele veio até mim fora da igreja, dos dogmas, e da Bíblia. Conheço o mistério porque ele se deu a conhecer. Simples né?

    Esse é o meu caminho e está muito bom para mim. Espero que você encontre o teu.

    Falei sério, mas com um desejo enorme que você entenda.

    Um grande abraço amigo

    ResponderExcluir
  9. Márcio,

    Há uma frase batida que diz "sentido não se acha, se cria". Para mim, particularmente, o sentido da vída é uma xícara de chá. Todo o resto por trás da xícara é uno com o mistério por trás de qualquer máscara que se coloque em Deus.

    Outra frase batida diz que "A ignorância é uma benção". Essa frase busca lembrar a agonia resultante da busca pelo sentido, quando seria tão mais fácil simplesmente deixar de questionar, o que equivale a assumir-se conhecedor da verdade.

    Entre a treva e a luz do universo, só temos acesso à penumbra, que permite infinitos pontos de vista. A treva e a luz absolutas nos cegam. Mesmo assim, alguns de nós optam por buscá-las, enquanto outros preferem permanecer na penumbra, acreditando que conhecem o caminho da luz, embora nunca tenham tentado percorrê-lo.

    Tenho pra mim que a verdadeira fonte de agonia não é sequer a noção de resposta fora de alcançe mas sim na pergunta "Qual a relação entre Verdade e felicidade"?

    As crenças religiosas afirmam que a verdade absoluta é igual a felicidade e bondade absolutas. Posso confiar nelas? As promessas de vida eterna trazem muito conforto. Quão próximas da Verdade Integral estão elas? Quanto disso é Verdade e quanto disso é pura crença?

    Ainda bem que tenho minha xícara de chá.

    ResponderExcluir
  10. JAIR DOS SANTOS

    Muito bom o seu comentário meu amigo.
    Realmente a crise existencial só pelo nome já diz e diz dizendo ser de todos nós mortais!

    Não podemos nunca parar de questionar, pois são exatamente as perguntas que nos fazem crescer, embora nem sempre “avançar”.

    A proposta de minha postagem não é as respostas, mas sim as perguntas, pois cada um terá o difícil trilhar do caminho dentro de si mesmo para encontrar a sua “verdadeira resposta”!!!!

    Perfeito Jair!!! A nossa única certeza absoluta é a morte!!!!

    ResponderExcluir
  11. WAGNER

    Em primeiro lugar eu li e re-li o teu comentário, e não vi que o meu dizer do teu dizer estivesse equivocado.

    Em segundo lugar eu não digo muito o que você diz, simplesmente faço muitas perguntas, as quais você responde poucas.

    Existem crises pessoais aos quais somente alguns irão passar, mas existem sim outras que fazem parte da natureza humana, como por exemplo: a morte!!!!

    O que tem haver amadurecimento com a não duvida da existência de Deus???
    Pelo contrário, o amadurecimento surge na luta da duvida com a Fé!!!!
    Somente os ignorantes não duvidam da não existência de Deus!!!!

    Wagner e suas experienciais sobrenaturais!!!
    Você realmente é uma incógnita contraditória ambulante!!
    Tem dias em que você utiliza a bíblia para respaldar suas idéias, já em outras, você a critica veementemente.
    Como também há momentos em que você parece ser um cético em que diz que não acredita em anjos e demônios, céu e inferno, e agora vem nos dizer de suas experiências sobrenaturais????

    Permita-me meu caro amigo, questionar a sua experiência sobrenatural:
    Partindo do pressuposto de que seja verdade tua, e que não esteja dissimulando um fato para confundir nossa cabeça, passo a questionar a tua suposta experiência:

    Não seria a tua historia um surpreendente acaso magnífico??
    Como Deus pode atentar para a sua causa e deixar outros bilhões a própria sorte na miséria mais absoluta???
    É porque você é um “eleito” especial de Deus????

    Não seria a revelação de Deus para você, como o foi para os hebreus, uma espécie de projeção da psique humana???

    Essa é a nossa esperança, a de todos nós encontrarmos o nosso caminho!!!!

    Abraços e espero que não se ofenda com minha sinceridade e espontaneidade

    ResponderExcluir
  12. CARLOS H. BARTH

    É uma honra para nós todos da confraria dos pensadores fora da gaiola, a sua ilustre participação neste blog.
    Seja bem vindo e que sua presença não fique somente nesta vez, mas que tenham muitas outras, pois todos nós temos muitas coisas para aprendermos uns com os outros!!!!

    De fato, o sentido da vida é dar sentido a ela, mesmo em meio ao caos, temos que re-significar até mesmo o sentido quando se perde!!!

    Eu já disse em um dos meus comentários a relação entre a “verdade” – o qual eu chamo de realidade – e tristeza, e a alucinação e felicidade. Ou seja, pode talvez existir plena felicidade, mas só se esta por sua vez vir acompanhada do mundo de Alice, o pais das maravilhas!!!

    Mas agora amigo Carlos, responda-me uma pergunta:
    Já que você não acredita em Deus e na vida após a morte, como são as suas crises existenciais???

    Pois justamente a maior parte das crises de um religioso é justamente sobre Deus e vida após a morte, como seria então as suas???

    Ou na verdade seriam iguais as nossas??? Ou será que você já conseguiu superar essas crises da Fé???

    Abraços e seja mais uma vez bem vindo!!!!

    ResponderExcluir
  13. Alalaô ôÔôÔÔ ai que calor ôÕô...

    ops, desculpem, estou em ritmo de carnaval heeee

    Felizes são os fuliões que estão desfilando na sapucaí e que não tem nenhuma pergunta existêncial a fazer...

    como disse o CARLOS, ele têm a sua xícara de chá e os fuliões têm a sua escola de samba para defender...

    ResponderExcluir
  14. Bom, isso foi minha introdução gaiata para refrescar um pouco as questões existenciais.

    WAGNER,

    você está pegando pesado com o Marcinho, e eu já disse que o moleque é meu protegido!!!! Como assim crises são coisas de jovens imaturos? Eu estou com quase 45 e continuo com minhas indagações e vou morrer com elas.

    Mas creio que as crises e indagações que o márcio expõe são devidas à teologia. Ele questiona o deus da teologia cristã ou da teologia judaica.

    Você já fez isso, já eliminou as imagens e agora vive com um deus que é "só seu" e que caminha contigo e fala contigo do jeito que você espera que ele fale e produz "milagres" em sua vida da maneira que você espera que ele produza.

    Mas as crises do márcio são as crises das imagens de deus, como diz aquele texto do boff que inclusive, você postou no seu blog.

    Admito que nunca duvidei que deus existisse, mas já duvidei e continuo duvidando que o deus do cristianismo exista, ou que o deus do judaísmo exista, ou que qualquer deus de qualquer religião exista!

    Entende? é a crise das imagens.

    ResponderExcluir
  15. EDUARDO MEDEIROS

    Finalmente resolveu aparecer meu mano querido???
    E vejo que estais em ritmo de carnaval!!!!

    É bom saber Eduardinho que tu ainda estás vivendo na crise existencial, o que torna mais leve a minha, pois se você com todo o seu saber e experiência ainda continua com as suas indagações, vejo que o caminha de nossa efêmera vida é mesmo os das muitas perguntas com poucas respostas!!!!

    A despeito do WAGNER, você conseguiu sintetizar de modo claro e objetivo o que eu tentei dizer a ele, que o “deus” dele não passa disto, o “deus” da sua psique!!!!

    Mas Eduardinho se você duvida de todos os “deuses” das religiões, qual então seria o seu “deus”???

    Abraços

    ResponderExcluir
  16. Novamente EDUARDO MEDEIROS

    Aos 45 anos de sua vida de experiências vividas e pensantes, qual seriam hoje as suas crises existenciais???

    Diferem de quanto você era mais novo??? – não que você seja velho, pois ainda tens um espírito muito jovem, e, é isto que conta na verdade!!!!

    E não vai embora assim não, podes voltar aqui!!!!
    Demorou para aparecer, e agora que finalmente dá as caras, você vai embora rapidinho?????

    Pode voltar aqui agora mesmo!!! Hahahahh

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Gostei também do que o CARLOS disse: o sentido da vida é nós que temos que construir. Isso é perfeito.

    O melhor mesmo, é viver como se não houvesse vida além da morte, construindo um sentido para a própria vida; ou viver com a fé de que haverá outra vida mas sem ficar racionalizando muito até o ponto de se cair em crise depressiva.

    Nesse aspecto, o melhor seria seguir a teologia da esperança de moltmann.

    E fé, é fé, ainda que possamos duvidar da própria fé. Mas isso nos tráz profundos questionamentos, como os que o marcio expõe.

    As crises do márcio são as crise da fé. Das imagens, e ninguém deve menosprezar tais crises, pois todos que se sabem parte de um "assombro", sabem que deus existe. Para isso, não é preciso fé.

    Acho que em matéria teológica, eu estou me tornando um agnóstico. Ou seja, leio teologia, gosto de teologia, mas sei que tudo aquilo não pode responder nada daquilo a que ela mesmo se propõe responder.

    A teologia propõe. apenas isso.

    E então, caminho como se o deus cristão não existisse, crendo que ele é apenas uma construção imperfeita do pensamento religioso; mas ao mesmo tempo, caminho na certeza que deus existe em mim, em meu inconsciente/consciente.

    Quem é esse deus? como é esse deus? O que faz esse deus?

    São perguntas que não cabem aqui para o "deus em mim", visto que ele não é para ser teologizado e sim vivido. ele vive não só em mim, mas por mim; ele faz o que eu fizer; as atitudes boas ou más que eu tiver ele também terá, ele e eu somos um; não há diferença.

    ResponderExcluir
  18. deixa eu explicar melhor o que eu disse em

    As crises do márcio são as crise da fé. Das imagens, e ninguém deve menosprezar tais crises, pois todos que se sabem parte de um "assombro", sabem que deus existe. Para isso, não é preciso fé.

    Eu quero dizer que as crises do márcio devem ser a crise das imagens de deus, das imagens que ele aprendeu serem deus, e essa crise, todo crente que pensa tem ou terá.

    Inclusive o wagner.

    Agora, quem se sabe pertencer a um universo que é um "asssombro", sabe que faz parte de uma coisa muito grande que chamamos de vida, de existência. E para esses, não é preciso ter fé para se perceber que somos parte de algo grandioso, que é a criação.

    Esses, sabem que dentro deles, mora todo o universo, todo os mundos, todas as estrelas, e consequentemente, mora também deus.

    Todas as nossas teologias, todos os nossos livros sagrados, fazem parte da tentativa humana de nomear o "assombro". Mas isso sempre é feito de modo particular e duvidoso.

    Caramba, márcio, essas tuas crises estão me fazendo escrever demais!! fui...mas talvez, volte.

    ResponderExcluir
  19. Sabe, marcinho, confesso que a minha maior crise existencial é exatamente morrer!!!!

    Acontece que eu amo viver, adora a vida, adora existir, adora quem sou, adoro as pessoas que estão ao meu redor e a ideia de que um dia eu não mais teria isso, me deixa às vezes frustrado.

    ResponderExcluir
  20. Eduardinho sei que está aí nesse momento, e gostaria de dizer-lhe que você não pode ficar tanto tempo assim longe da confraria rsss

    Pois os pensamentos por aqui andam muito rápido..e quando você fica 36 horas ausente...as coisas mudam demais.

    Quero terminar o que comecei escrever lá na sala do pensamento, mas só depois que você ler minha postagem..."Silêncio" e fizer suas devidas perguntas" Ps. faça as perguntas no e-mail edsonmourad@hotmail.com.

    Abraços capitão!

    ResponderExcluir
  21. pois é edson, não ter marinet em casa é complicado. Agora mesmo, estou escrevendo da casa do meu pai. A lan perto de casa só abre agora na quarta de cinzas!! vê se pode! rsss

    vou ler a postagem e te responder

    ResponderExcluir
  22. EDUARDO MEDEIROS

    Eu fui lá na tua sala do pensamento, pensando que você não haveria de voltar mais aqui – claro, hoje, pois sei que você é que nem eu, quando tem possibilidade e disponibilidade de tempo, não consegue se ausentar por muito tempo das salas dos amigos!!!!

    Mas me supreendi com sua volta já tão rápida e repentina!!! – mas que maravilha!!! – pois assim como disse o Edson, você é muito importante para nós!!!! – não tem graça sem você por aqui!!!!
    Pelo amor de Deus, arruma logo esse computador maldito!!!!
    Ou será que vamos ter que fazer uma vaquinha para comprar um para você????

    Atenção, atenção confraria!!!! Vamos ter que reunir e juntar uma graninha para comprar um computador para o Eduardinho, pois não agüentamos mais ele ficar tanto tempo ausente!!!!!

    ResponderExcluir
  23. fiquei meio confuso agora, edson. A que perguntas você se refere?

    ResponderExcluir
  24. Eduardo..se não entendeu meu texto permeado de simbolismo para falar de quem eu estou falando nos poemas....melhor assim!rsss

    Mas estava agora mesmo escrevendo o comentário na sua "Sala", e tive que interrompe-lo para voltar aqui...o Marcio vai chamar minha atenção daqui à pouco quer ver?rss

    Tá difícil entender meus poemas e sobre quem fala não é?

    ResponderExcluir
  25. Novamente EDUARDO MEDEIROS

    Embora não seja ateu, eu admiro muito a “fé” dos ateus, pois vivem a vida sem “deus” e sem fantasias de uma vida futura, isto é que eu chamo de coragem existencial!!!!
    Posso revelar uma coisa???
    Eu também vivo como se deus não existisse, pois vivo sem medo e culpa, sem expectativas de uma possível intervenção milagrosa!!!

    Eduardo como é que você me conhece tão bem, ao ponto de revelar meu coração por trás da postagem????
    Isto me assusta, em saber que existem pessoas que me conhecem tão profundamente!!!!

    Caramba mano do céu!!!!
    Era exatamente isto que eu queria dizer: “leio teologia, gosto de teologia, mas sei que tudo aquilo não pode responder nada daquilo a que ela mesmo se propõe responder”.

    É por isso que eu estou repentindo sendo até exaustivo, que nossa “teologia” – vou usar este nome, pois não encontrei outro ainda – é feita a partir da vida e para a vida, não sendo e partindo do abstrato, acho até que a teologia mais verdadeira seria aquela feita, contraditoriamente, sem deus!!!!!!

    ResponderExcluir
  26. EDSON MOURA

    Para de atrapalhar o mano duduzinho, pois tenho que aproveitar de seu cérebro pensante enquanto tem tempo disponível para enriquecer minha instigante postagem!!!!!

    ResponderExcluir
  27. Por falar em você meu mano querido, que foto é esta de camboy com chapéu????
    Esta feia demais!!!!
    Olha, melhor ouvir os amigos, pois eles sempre falam a verdade. hahahahahaha

    ResponderExcluir
  28. Também achei horrívem marcio! rsss. Vou tirá-la daí antes que assuste nossa mais nova visitante...a "Orquídea Rosa"

    Mas até que eu levo jeito pra cowboy você não acha sócio?

    ResponderExcluir
  29. Jeito de cawboy – valeu por me corrigir – você até que tem, mas lhe falta algo.........deixa eu pensar.........deixa eu olhar de novo a sua foto......há já sei...........falta a beleza que você não tem!!!!

    Desculpe minha sinceridade irmão, mas é que “sempre” falo a “verdade”. hahahahahah

    ResponderExcluir
  30. marcinho, que bom que a minha ausência é sentida, a recíproca é verdadeira. e quanto à vaquinha, a ideia não é nada mal heeee

    ResponderExcluir
  31. Du, Dudu e Edu, o bicho tá pegando lá na sala de pensamentos (original)...e você aqui de lero lero com o "marcinho"huuuum!

    Hoje eu tô com a macaca...tenho feito um curso intensivo via MSN de digitação...o Marcio vai cair de costas quando ver como estou digitando agora!

    ResponderExcluir
  32. Desculpe Marcio cawboy de chapéu?

    Você está aliviando a cara do nosso amigo Edson, na verdade ele tá parecendo o Tirica até canta igual...kkkkkkk

    ResponderExcluir
  33. Jair, neste meu vídeo no you tube...eu canto uma das mais belas páginas do cancioneiro popular brasileiro..rsss

    Putz! Esqueci que estava comentando no blog...agora todos vão querer ver o vídeo rsss!

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. vamos ver se acabamos com isso.

    Em primeiro lugar eu li e re-li o teu comentário, e não vi que o meu dizer do teu dizer estivesse equivocado.

    Então releia várias vezes pra ver se você entende.

    Existem crises pessoais aos quais somente alguns irão passar, mas existem sim outras que fazem parte da natureza humana, como por exemplo: a morte!!!!

    Essa crise é tua não de todos. Conheço muitos e inclusive a minha sogra não tinha nenhum problema com a morte.

    Você realmente é uma incógnita contraditória ambulante!!
    Tem dias em que você utiliza a bíblia para respaldar suas idéias, já em outras, você a critica veementemente.

    Espero não ter que repetir mais, A Bíblia não precisa ser inspirada para ser um livro de princíppios. Eu já disse que o divino se utiliza do livro para promover o encontro. A Bíblia para se tornar Palavra de Deus, não precisa ser inspirada, pode ser construida, manipulada e mesmo assim operar transformações na vida de muita gente.

    Antes que você pergunte, eu coloco a Bíblia no mesmo nível de outras expresssões do sagrado. Sou cristão, fui encontrado no cristianismo, por isso me utilizo da Bíblia como o livro mais importante para me revelar o Cristo.

    O que tem haver amadurecimento com a não duvida da existência de Deus???
    Pelo contrário, o amadurecimento surge na luta da duvida com a Fé!!!!
    Somente os ignorantes não duvidam da não existência de Deus!!!!

    Tem tudo haver. Somente os tolos duvidam. É muito diferente repensar o Deus da religião e duvidar da sua existência. Sinceramente, na sala aqui eu acho que só você acha isso. Quando eu era menino pensava como menino, mas quando cresci deixei das coisas de menino.

    Como Deus pode atentar para a sua causa e deixar outros bilhões a própria sorte na miséria mais absoluta???
    É porque você é um “eleito” especial de Deus????

    Não sou eleito, e ninguém sabe exatamente porque acontece. Talvez porque as pessoas sejam incrédulas como você. Talvez seja porque perderam a simplicidade das coisas e ficam procurando chifre em cabeça de cavalo. Talvez sejam livres pensadores que perderam a direção e o sentido das coisas.
    Nesse sentido até o teu direito de pensar independente é um perigo para você mesmo. Imagine se meu filho com quatro anos não nos tivesse próximo a ele para orienta-lo e educa-lo?

    Não seria a revelação de Deus para você, como o foi para os hebreus, uma espécie de projeção da psique humana???

    Que projeção poderosa então!! Muda a vida da pessoa, a ponto de rederecionar toda uma vida.

    A intenção é que você cresça. A Bíblia diz que da muldidão de palavras se conhece o tolo. E diz também: Instrui o sábio e ele achará conhecimento.
    Espero que você esteja na segunda opção.

    Um abraço sem recentimentos

    ResponderExcluir
  36. Eduardo

    Vou repetir

    Existem crises que são comuns a todos. Exemplo: Quando sofremos uma perda muito dolorida, é comum as crises e principalmente quando não encontramos explicação.

    Você passa pelas tuas crises, só não diga que são para todos. Não as identifique como algo comum a todas as pessoas.

    "Mas creio que as crises e indagações que o márcio expõe são devidas à teologia. Ele questiona o deus da teologia cristã ou da teologia judaica".

    É isso mesmo, menino! Como você disse: Cuida do teu moleque que ele tem futuro.

    Olha o tamanho da besteira que ele escreveu:

    A despeito do WAGNER, você conseguiu sintetizar de modo claro e objetivo o que eu tentei dizer a ele, que o “deus” dele não passa disto, o “deus” da sua psique!!!!

    Meu amigo márcio. Quando o divino opera na vida de outro é uma costrução psquica. mesmo que isso redirecione toda uma vida para melhor.
    Quando você escreve um mote de equivocos provem da onde?
    Você fala de respeitar a experiênncia dos outros e vem com essa história. Não queira me colocar na tua gaiola, porque fora da gailola você não está. Saiu de uma mas não consegue viver fora dela.

    Edu, cuida muito bem dele!

    ResponderExcluir
  37. Eduardo

    você disse:

    As crises do márcio são as crise da fé. Das imagens, e ninguém deve menosprezar tais crises, pois todos que se sabem parte de um "assombro", sabem que deus existe. Para isso, não é preciso fé.

    Primeiro quem questionou a existência de Deus foi ele.
    Segundo não desprezo as crises de ninguém e não falei isso. Leia os textos. A única coisa que eu disse que as crises dele são dele. só isso.

    ResponderExcluir
  38. WAGNER

    Não vamos acabar, vamos continuar!!!
    Desisto de ficar lendo e relendo os comentários, leia você seu barba-de-arão-ungida-abençoada-e-profética!!! Hahahahaha

    Os que dizem não ter certas crises inerentemente humanas estão mentindo para si mesmas, oras bolas, é só isso, por isso é que você acha que porque as pessoas dizem não ter certos tipos de crises “normais”, você acredita, mas pensem por um momento que talvez estejam enganadas consigo mesmas, pois como eu disse, volto a repetir, EXISTEM SIM, CRISES EXISTENCIAIS INTRÍNSECAS A TODOS OS SERES HUMANOS!!!!!

    Mas como a bíblia pode ser usada pelo divino, se é nós que, como VOCÊ DISSE E NÃO EU, QUE FIQUE BEM CLARO, é que manipulamos aquilo que com sua critica diz ser adulterado escrituristicamente?????
    Deus se utiliza do erro e engano, é isto que VOCÊ quis dizer??? – depois não adianta vir dizer que eu disse que você disse não dizendo o seu dizer corretamente!!!!!!
    Como a bíblia pode operar transformações benéficas, se ele é castradora da liberdade, impondo normas e regras que sufocam o nosso existir???

    Oras Wagner, então você não concorda que a fé nasce da duvida??? Mas como pode ser ainda considerada fé???? Não seria uma constatação apenas, como bem disse o Eduardo que não tem fé em deus, mas ele sabe deus????

    Wagner se eu sou incrédulo, você é muito incoerentemente crédulo!!! – eu digo incoerentemente, pois para uma pessoa quase ateia que nem é você, que não acredita em céu e inferno, anjos e demônios, alma e espírito humano, vida após a morte, ressurreição, na divindade de Jesus, como é que podes acreditar que Deus faz milagres, ou seja SOBRENATURAIS??????

    Então você afirma uma experiência, mas novamente como todo religioso, não sabe explicar o por que????
    Para mim é muito simples, vocês sonharam um sonho que refletiu o seu desespero e o seu desejo de ser ajudado por Deus, houve uma grande coincidência, pois depois do sonho as coisas começaram a melhorar, ai apenas você fez a ponte do sonho como uma “revelação” de deus e o acontecimento como vindo de deus, mas para mim, isto é uma coincidência que não é difícil de explicar, agora o que é difícil, e você não consegue é:

    O mundo possui bilhões de habitantes, destes outros bilhões vivem a própria sorte, “abandonados” por deus, entregues a miséria total, ai vem o bonitão Wagner e diz que deus o ajudou financeiramente, não dá para acreditar!!!!!! – não que você esteja mentindo para mim, é que você esta se auto enganando a si mesmo!!!!
    Wagner depois disto, acho que não resta mais duvida de quem seja o “menino” que acredita em contos de fadas por aqui!!!!

    Wagner e claro que a projeção mental e poderosa!!!
    Você precisa estudar um pouco de psicanálise meu filho!!! O ser humano possui um poder mental poderosíssimo!!!!

    Wagner como eu poderia estar vivendo em uma “gaiola” se ate mesmo como você percebeu, eu penso de modo livre, sem preocupações, sem medos e sem dogmas!!!!

    Abraços e sem ressentimentos, pois estamos em um debate meu amigo Wagner!!!!

    ResponderExcluir
  39. Márcio seu maluco!

    Você está repetindo o que eu disse?

    "Os que dizem não ter certas crises inerentemente humanas estão mentindo para si mesmas, oras bolas, é só isso, por isso é que você acha que porque as pessoas dizem não ter certos tipos de crises “normais”, você acredita, mas pensem por um momento que talvez estejam enganadas consigo mesmas, pois como eu disse, volto a repetir, EXISTEM SIM, CRISES EXISTENCIAIS INTRÍNSECAS A TODOS OS SERES HUMANOS!!!!!"
    Falando especificamente sobre a morte que você e o Eduardo têm crise, em várias culturas a morte é vivenciada de outra forma e sem crise nenhuma.Com relação a minha sogra eu vivenciei e falei de quem convivi. Só para você vê que é uma crise tua e do Eduardo mas não de todos.
    "Mas como a bíblia pode ser usada pelo divino, se é nós que, como VOCÊ DISSE E NÃO EU, QUE FIQUE BEM CLARO, é que manipulamos aquilo que com sua critica diz ser adulterado escrituristicamente?????
    Deus se utiliza do erro e engano, é isto que VOCÊ quis dizer??? – depois não adianta vir dizer que eu disse que você disse não dizendo o seu dizer corretamente!!!!!!
    Como a bíblia pode operar transformações benéficas, se ele é castradora da liberdade, impondo normas e regras que sufocam o nosso existir???"
    Exatamente! O divino, O Senhor, O Eterno ou O Espírito criador, seja o nome que tiver, se utiliza das nossas construções para nos encontrar. Vou te dar uma relação só de cientistas para provar isso.
    Copérnico, Galileo, Pascal, Descartes, Newton, Roberval, Foucault, Einstein, Maxwell, Hertz, Abel, Marconi, Von Neumann, Isham, Bragg, Girard, Euler, Bolzano e etc.
    Tudo gente que encontrou Deus com as mesmas referências que temos.
    É só você olhar pro lado que têm um monte de pessoas assim, as quais eu me incluo.

    "Oras Wagner, então você não concorda que a fé nasce da duvida??? Mas como pode ser ainda considerada fé???? Não seria uma constatação apenas, como bem disse o Eduardo que não tem fé em deus, mas ele sabe deus????"

    Pelo contrário! A fé são certezas e acredito no que a bíblia diz: Certeza das coisas que se esperam e a convicção das coisas que não se veem

    "Wagner se eu sou incrédulo, você é muito incoerentemente crédulo!!! – eu digo incoerentemente, pois para uma pessoa quase ateia que nem é você, que não acredita em céu e inferno, anjos e demônios, alma e espírito humano, vida após a morte, ressurreição, na divindade de Jesus, como é que podes acreditar que Deus faz milagres, ou seja SOBRENATURAIS??????"

    Ateu? Estás louco!! Creio em Deus de todo o meu coração.
    Céu, inferno, anjos, demônios, alma e espírito humano e tudo que você disse, são questões teológicas que fazem parte dessa nossa brincadeira de pensar e repensar. Volto a dizer o que já disse. A teologia liberal e o método histórico crítico só desconstrói. Então meu menino o fato de não crer na ortodoxia não quer dizer que sou ateu. Você realmente não me entende.

    Você fala coincidência? Você esta a beira do retardamento.
    Coincidência! Quando eu quis me suicidar e Deus falar comigo com voz audível? Coincidência quando eu não podia ter filho e uma pessoa na rua que não me conhecia, me parar e dizer que Deus iria me dar um filho? Coincidência quando sem dinheiro comprei um apartamento no tempo em que a inflação era de quase 100% ao mês?

    Quero deixar claro que nem tudo se resolve e que o fato de acontecer não nos faz melhores do que ninguém. Essa é a minha experiência e como pensadores livres, respeitem porque tem muita gente por aqui que está beirando a um novo tipo de fundamentalismo. "Pseudo pensadores" e "Pseudo liberais".

    Prefiro viver nas "coincidências" do que viver sem nenhuma referência, totalmente perdido e refletindo sobre aquilo que não conheço.

    Se você não acredita meu filho, problema teu!

    Você construiu uma gaiola para você mesmo. Essa "liberdade" tem outro nome.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  40. Wagner barbudo ungido e márcio moleque atrevido: vamos tentar chegar a um acordo???

    Como eu sou taoísta rssss busco sempre o "caminho do meio".

    Quero entender o que o wagner diz quando diz que há crises que são pessoais - é verdade. Ele deixou isso claro. Eu posso ter crises que ele não tem.

    O márcio está abrindo o coração, expondo para nós as suas próprias crises, que com certeza, também é as crises de muitos outros, logo, é significativo compartilhar o assunto e discutí-lo.

    Mas wagner, confesso que ainda não entendi bem o seu pensamento espiritual, como eu escrevi lá no gresder. você é um liberal que crê no deus da teologia ortodoxa? sei que não e isso, mas às vezes dá a impressão que você ainda não resolveu bem a questão aí na tua cabeça.

    Nada demais, eu e muitos outros estamos em processo espiritual, buscando aquilo que traz significado maior para as novas vidas.

    Concordo também que há crentes que não tem a crise da morte, que morreram dando glórias a deus e aleluias, vendo anjos que vinham buscá-lo para levá-lo ao paraíso, já ouvi muitos casos assim.

    Mas creio que isso é a minoria. Por mais que o cabra seja crente, ninguém quer morrer e se encontrar com deus...você quer wagner??

    ResponderExcluir
  41. Esqueci

    Se a projeção mental pode fazer tudo isso, vamos acabar com as outras ciências, porque assim como aconteceu comigo, tudo vai se resolver se nos tornarmos doutores em Pscanalise. O MUNDO SERÁ DE PROJEÇÕES E REALIZAÇÕES FANTÁSTICAS E DE COINCIDÊNCIAS ESPANTOSAS.

    QUE COISA EIN?

    ResponderExcluir
  42. Edu
    O problema é que vocês esquecem o que já foi dito.
    Eu já falei que a única certeza que tenho é o Cristo experiêncial, o dogmático estamos de forma madura tentando desconstruir.

    você disse:
    Mas creio que isso é a minoria. Por mais que o cabra seja crente, ninguém quer morrer e se encontrar com deus...você quer wagner??

    Se é a minoria, não é de todos como se afirma.

    um abraço

    ResponderExcluir
  43. WAGNER

    Seu barba-de-arão-ungida-e-profetica, tu és um pentecostal dos mais pentecostais crentes irustido, que ainda não sabe disto!!! Hahahahaha

    Quando fizer um comentário, não copie o meu comentário, pois ai eu tenho que ler além do seu o meu de novo.
    Faça como eu, que respondo o seu comentário parágrafo por parágrafo, seguindo a seqüência em que foi escrito!!! – será que além de blogar, agora eu tenho que te ensinar a comentar também!!!! Hahahahaha

    Pior ainda, você juntou o meu comentário com o seu comentário, de tal modo que não sei onde começa o seu e termina o meu, depois eu é que sou maluco seu maluco pentecostal ungido!!! Hahahahaha

    Em relação à crise da morte, eu duvido que exista um mortal que já tenha pisado nesta terra que nunca tenha tido um “pingo” de crise (medo) em relação à morte, digo mortal me referindo as pessoas conscientes maduras, pois na maioria das vezes nos auto enganamos, acreditando no que acreditamos, sendo uma das duvidas internalizada no inconsciente-consciente!!!!

    Wagner o tal “encontro” com Deus é algo SUBJETIVO e não OBJETIVO, portanto, não há como ser provado de modo empírico!!!!
    Como provar que Deus te encontrou??? Será que não é o deus da sua psique???? Será que no fundo, bem no fundo, não seja você mesmo encontrando com você mesmo?????

    Mas a fé só pode ser certeza se de fato tiver sua origem na duvida, pois a fé substitui as provas concretas, ou é fé ou é fato, e não fé em um fato, antes fé em meio a duvida!!!!!

    Mas ao mesmo tempo em que você se professa ser um liberal cético altamente critico literal da bíblia, você por um outro lado se mostra crente nos sobrenaturais, como conciliar?????

    Quando você quis se suicidar, não foi deus quem falou com você, MAS VOCÊ MESMO!!!!
    A sua consciência ouviu a voz da sua inconsciência, e como você é um ignorante sobre assuntos psicanalíticos, você pensou e acreditou que fosse Deus!!!!!!

    Mas como pensador que sou, questiono o que você não pode e nem poderá me responder:
    Como você pode ser ajudado por deus, sendo que há bilhões de seres humanos, inclusive bebes que são violentados, e deus não faz nada, mas no seu caso, como você é filho de deus, bonitão, inteligente e ungido por deus, ele intervém em sua vida, não consigo entender, não dá para entender, é contraditório e injusto!!!!!

    Todos nós tivemos alguma experiência que poderíamos chamar de milagre, mas no fundo não passou de acaso, sorte ou até mesmo um misto de oportunidade com capacidade, e que poderíamos dizer que foi deus quem fez, mas na verdade a vida é que nos proporcionou e nos proporciona momentos de acidentes como também de livramentos, como também temos o poder de ressurgir das cinzas!!!!!

    Wagner em relação ao poder metal, não deturpem as minhas palavras, pois eu nem cheguei a explicar de modo claro o que é, então meu amigo, não fale do que você não entendeu!!!!

    O poder mental o qual me refiro não é o de imaginar e as coisas acontecerem, mas sim o de provocar em nós mesmos reações e percepções, como por exemplo – este é o contexto destas minhas palavras – a sua experiência de achar que foi deus quem falou contigo, sendo que isto não passou de uma poderosa experiência criada pela sua mente!!!!!

    Abraços

    ResponderExcluir
  44. EDUARDO MEDEIROS

    É que o WAGNER o barba-de-bode – xiiiiiiiiii, errei no apelido do barba-de-arão. Hahaha – é maluco maluquinho com suas maluquices deixa todo mundo maluco de doido. Hahahhahaha

    Eu ainda não acredito que o drama da morte seja apenas de muitos e não de todos!!!
    Pra mim, com toda certeza é de toda a raça humana, pois por mais que o cara não tem a crise da morte por ele, ele terá por outro, ou seja, pessoas as quais ele ama, irão morrer e com isto, vira junto a crise da morte!!!!!

    Barba-de-bode – caramba meu, errei de novo o apelido do barba-de-arão – você ainda é um fundamentalista vestido de liberal, ateu vestido de crente, seja você mesmo você e não outro você de você mesmo!!!!!

    ResponderExcluir
  45. Em relação a morte, essa é a tua equivocada opinião. Existem culturas que não são e não pensam com a cabeça ocidental.

    O encontro é subjetivo pra você,para mim e para muitos não. Ela se torna tão real e tão concreta que deixa de ser subjetiva, pelo menos para que a vivencia. Respeite isso e para de falar besteira. Quando ouvi a voz, foi um dialogo muito claro, me foi dada uma direção de trabalho a qual eu nunca tinha feito. Já falei e volto a repetir. Se você não crê, é problema teu.

    Você disse:
    "O poder mental o qual me refiro não é o de imaginar e as coisas acontecerem, mas sim o de provocar em nós mesmos reações e percepções, como por exemplo – este é o contexto destas minhas palavras – a sua experiência de achar que foi deus quem falou contigo, sendo que isto não passou de uma poderosa experiência criada pela sua mente!!!!!"

    Se essas reações podem provocar mudanças tão radicais, vamos ensinar isso para todo mundo que será uma mudança poderosa. Volto a dizer: Vamos nos tornar doutores em psicanalise.
    Vê se cresce Marcio! Você fala como se Deus não existisse, e nisso você está sozinho.


    um abraço de quem realmente está fora da gaiola

    ResponderExcluir
  46. Marcio

    Descança um pouco da tua ansiedade porque na tragédia já vi até ateu olhar pra cima e pedir socorro a Deus.

    ResponderExcluir
  47. Marcio,

    A crise existencial faz parte de todo aquele que busca ser sincero consigo mesmo, removendo as máscaras. Tanto as que adotou quanto as que lhe foram impostas. A dúvida está mais perto da verdade do que qualquer afirmação.

    A crise existêncial do ateu ou do agnóstico não é diferente de qualquer outra crise existencial legítima. Enquanto um questiona suas mais profundas crenças, o outro se pergunta se haverá qualquer conhecimento humano que não se constitua como crença.

    Mudam apenas as ferramentas que se usam na tentativa de agregar valor e sentido à própria existência.

    Estive também acompanhando o debate entre o Eduardo medeiros, o Wagner e o Márcio:

    A noção de realidade atribuída por nós a qualquer ente, seja físico ou abstrato é completamente subjetiva. O cérebro tem a tendëncia a tornar real tudo aquilo que permanece em nossa mente. É como aquela lembrança "nítida" de um trecho de filme de anos atrás que é desmentida por uma reprise.

    Quanto à morte como crise existencial de todo ser. De fato, todo ser tem que lidar com ela. Seja com a sua, seja com a de outros. Nem que seja agindo como um corno-manso que prefere não pensar sobre e afirma estar tranquilo. Somente aquele que não é consciente da morte pode legitimamente ignorá-la.

    De fato, há muitos ateus que pedem arrego divino durante uma crise, assim como há crentes que se julgam fora da gaiola quando na verdade apenas trocaram de cela. Ambos não colaboram em nada para estabelecer verdade alguma.

    ResponderExcluir
  48. WAGNER

    Pode haver tribos que em determinadas culturas não tenha o nível de crise que nós por estarmos à frente intelectualmente, experimentamos, mas como podes afirmar, mesmo que tais culturas venham afirmar, que as pessoas não tenham alguma espécie de duvida, sendo isto parte do interior, mesmo que seja inefável para tais pessoas.

    Este é o poder da mente da qual falei, pois as pessoas que dizem viver tais experiências, não há como convence-lhas do contrario, pois o que foi criado pela suas mentes é tão poderoso que parece real, mas na verdade não passa de ilusão da mente!!!

    Não posso mais ensinar isto para as pessoas, porque isto já existi, basta olhar para as religiões, elas trabalha na perspectiva do sobrenatural, que nada mais é do que meras alucinações geradas pelo poder da mente!!!

    Como por exemplo:
    Um paralitico entra em uma dessas igrejas do poder, devido a manipulações da mente, e o ambiente extremamente favorável a alucinações da “fé”, elas conseguem através da mente desenvolver um processo de cura, a tal ponto que quando o pastor ora por elas, elas “milagrosamente” são “curadas”, mas na verdade, não foi deus, ou pior ainda, a oração “poderosa” do apóstolo quem a curou, mas simplesmente o poder de sua mente!!!

    Entendeu o barba-de-arão, ou vou ter que desenhar pra você????

    ResponderExcluir
  49. CARLOS H. BARTH

    Eu gostaria de pelo amor de deus – ops!! Falei besteira. Hahahah (então pelo amor do que você chama de sagrado) – lhe pedir que, converse com o meu amigo e pastor WAGNER, pois eu não estou conseguindo fazer-me compreensível, na questão do poder mental que ele desenvolveu de imaginar que conversa com deus!!!!!

    ResponderExcluir
  50. Sinceramente, 47 comentários em dois dias é demais pra mim. O cara não pode nem trabalhar um pouquinho a mais que já perde tudo isso num só blog da Confraria! Mas, vamos lá.

    O que posso comentar sobre uma postagem sobre dúvidas?! Questionar a legitimidade das suas dúvidas, como alguns me parece que fizeram? Jamais! Não sou Deus para tal, e mesmo que fosse, esperaria não ter essa pretensão!

    O que vou dizer é as minhas próprias "bobagens", se você me permite. Se por um lado sinto firmemente que estamos perdidos no Universo (o que é isto, alguém tem noção do seu tamanho??), por outro sinto em mim um grande afeto por um Ser que de algum modo criou tudo isso que vemos e, principalmente, que não vemos.

    Às vezes eu tenho a sensação de ser uma criatura antiquíssima, que j´conhece tudo isso aqui (e mais alguma coisa) há muito tempo, mas está aqui devolta por alguma razão desconhecida. Não peço que levem a sério esta bobagem, mas é isto o que sinto.

    E se o grande plano de Deus for que o homem descubra ser ele mesmo um Deus, um semelhante seu, como dito por Moisés? Nós já (re)criamos em miniatura tudo o que o Grande Arquiteto já construiu Ele mesmo. Temos games realistas, com o histórias e personagens quase humanos. Temos a internet, um mundo virtual (literalmente) onde passamos boa parte das nossas vidas. Temos tecnologia para decidir como serão os nosso bebês e uma revista (a Super Interessante, se não me engano) disse recentemente que em 50 anos o homem poderá não mais morrer e ainda ser jovem pelo tempo que quiser.

    Dúvidas, amargas dúvidas, meu caro irmão de aflição.

    E se esta nossa vida for uma grande bondade do Criador para pagarmos por erros cometidos em uma outra vida (não-humana) em outro lugar (não a Terra) e em outro espaço de tempo (onde o tempo não existe) ou ainda se este for um estágio para sermos elevados a alguma coisa?

    J´chega. Vou tomar meu Gardenal.

    Forte abraço.

    ResponderExcluir
  51. Novamente CARLOS H. BARTH

    Muito bom o seu comentário, vejo que você venho a esta sala para somar a riqueza de idéias que todos nós estamos trocando um com o outro, e abrilhantar nossas discussões, e aumentar ainda mais o prestigio desta sala do pensamento!!!

    Você tocou no ponto nevrálgico daqueles que estufam e batem no peito, afirmando nunca terem ou passado por crises existenciais, pois de fato, os tais que assim agem, usam a mascara da hipocrisia e da mentira, mentindo para os outros, ou o que é pior, mentem para si mesmas!!!!

    Valeu por confirmar aquilo que eu já suspeitava, da crise ser de todos nós, independente da raça, cor, sexo ou religião!!!!

    Perfeito a sua explicação do porque das pessoas terem suas “experiências sobrenaturais” (leia-se alucinações), espero que o WAGNER tenha te entendido!!!!

    Os que não são conscientes da morte, diria serem as crianças que ainda não aprenderam a raciocinar, e por isso são tão felizes, ou os locos nos hospícios – será que vou ter que internar o WAGNÃO no manicômio???

    ResponderExcluir
  52. Márcio,

    Quer melhor evidência da força desse poder mental do que essa recusa em admitir que há outros pontos de vista possíveis? A mente é especialista em gerar certezas pois sem elas, só nos restam as crises existenciais.

    Toda "certeza" é também uma gaiola.

    ResponderExcluir
  53. ISAIAS MEDEIROS

    Às vezes confesso que me assusta com você!!!
    Será que somente você não seria de um outro planeta???
    Que percepção e inteligência extraordinária meu mano querido!!!!
    O Nureda estava certo quando disse o que disse de você, principalmente que você era a grande estrela de nossa confraria!!!!

    Porque demorastes tanto para aparecer por aqui????
    Sua presença é importantíssima para nós todos!!!!

    Eu nem vou comentar o seu comentário – não estou brincando viu!! – vou ler e reler varias vezes, e refletir no que falaste, pois é de uma riqueza fabulosa!!!!

    Se outros quiserem comentar o que escrevestes, que fiquem a vontade!!!!!


    Abraços

    ResponderExcluir
  54. CARLOS H. BARTH

    É verdade cara, o poder mental é impressionante!!!
    Então seguindo a sua lógica, o WAGNER tem um poder mental estratosférico!!!! Hahahahahaha

    Eu disse faz um pouco de tempo, na postagem anterior a esta, em um comentário que eu fiz, que o único dogma que eu possuía e que estava escrito em tabuas de mármore, era o não dogma, ou seja, minhas percepções estão abertas e são constantemente reformuladas e repensadas, não podemos condenar as nossas idéias à petrificação, porque ai seria a morte do pensar!!!!!

    Parafraseando você:
    A única certeza que eu tenho, paradoxalmente é a não certeza!!!!

    ResponderExcluir
  55. Engraçado

    Os cientistas que citei, não pensam assim. Os teologos liberais também não, Leonardo Boff também não, Frei Beto citado pelo Eduardo também não, muitos filósofos também não.
    Para não me olongar porque ficaria sem limites, só um adolescente de 25 anos está certo.

    Isso é soberba e birra de criança que não sabe o que fala.

    ResponderExcluir
  56. WAGNER

    Que desesperado comentário é este???
    Quando a pessoa não consegue vencer por si mesmo um debate, logo vai citado os grandes pensadores para fortalecer os seus argumentos, mas isto ao invés de mostrar força, mostra fragilidade nos argumentos!!!
    Qual é Wagner, você não esta agüentando sozinho comigo???
    Então é só pedir a rego!!!!!

    Na verdade Wagner, a grande questão que te dá um nó em seu pensamento são os meus pensamentos, que por serem em sua maioria novos e espontâneos, e não simplesmente uma copia do que já foi dito!!!

    Outra coisa do que os grandes pensadores discordam???
    Aja visto as nossas discussões abordarem vários temas, de quais ou qual destes homens que você citou discordam de mim????
    Ou não seria você, mas como você não tem qualidade o suficiente nos seus argumentos, você diz que eles dizem o que você diz!!!!

    Mas Wagner que tal se voltarmos para o assunto da temática, e não para as ofensas pessoais????

    ResponderExcluir
  57. Marcio.
    Dentre tudo o que você escreveu quero tecer um comentário com base nesse texto:

    “E Deus, será que existe mesmo? Ou será mera produção da fértil imaginação da mente humana? Quem é Deus se de fato ele existe?
    Eu me vejo como Jesus que exclamou “Deus meu, Deus meu porque me desamparastes?”.

    Segundo os antropólogos, houve um momento na história da humanidade que o homem veio enterrar os seus mortos! Até esse momento não havia uma consciência de finitude, mas em determinado momento ele olha e pensa consigo mesmo: “Assim como esse eu também vou passar pela mesma experiência”!

    Nesse momento há uma tomada de desespero que o obriga a buscar a transcendência seria necessário dar continuidade a vida o que fazer?

    Surgem os rituais de enterro, o corpo é depositado no chão com a esperança de assim como a semente brota como uma nova forma de vida, ele também vai brotar vai nascer, surge a religião que não aceita em hipótese nenhuma o cessar da existência é muito doloroso saber que a vida chega ao fim, há uma necessidade de continuar a existência.

    Seu texto expressa uma realidade que o preconceito do homem tenta não admitir, principalmente os cristãos, que ao meu ver buscam a vida eterna como a pior expressão de egoísmo, não por amar o viver, mas para fugir da ira de uma divindade, sacrificam a vida presente pela vida do porvir, por isso hoje eu tenho mais dúvidas do que creio, alías eu creio é na vida, e nada mais! Se a vida que eu tiver for só essa aqui, para min já valeu, quer tirar o fardo dos meus ombros e ajudar outros a viver leve!

    Sabe já me perguntei? “E se cada animal tivesse a capacidade de crer como seria o Deus no reino animal para o Leão, Tigre, para as aves, águia, gavião etc... seria um deles, com a mesma forma, como seria o deus do leão... um mega leão super inteligente que criou os demais leões... um grande tigre que criou os demais tigres a sua imagem... uma águia sabia que criou os demais seres e a colocou como superior aos demais...

    Se cada animal pudesse crer em um deus qual seria a imagem desse deus, não seria a imagem deles...

    ResponderExcluir
  58. Continua...
    Sabe acho que o homem é por demais arrogante isso sim, aliais talvez por causa disso grande parte dos religiosos repudiaram Galileu por esse dizer com a sua teoria que o homem não é o centro de nada que a terra é um minúsculo planeta de quinta grandeza e imagine o homem na terra.

    Freud também foi e ainda é criticado por mostrar a realidade o homem no seu devido lugar e dizer que ele não está com essa bola tão cheia que suas atitudes conscientes são grande parte determinadas pelo inconsciente.

    Darwin esse é amaldiçoado por todos os religiosos, mas contribuiu para mostrar que o homem olhar para si e perceber que ele é apenas uma fagulha no universo que antes dele existir o universo sempre existiu e vai continuar existindo, e que há formas de vida similares a dele e muito próximo do macaco! (hahhahaahahahahah, aliais gosto muito da teoria neo-darwiniana ou Teísmo evolucionista, abominado pelos cristãos ortodoxos!)

    Nietsche fez o homem ver que o homem cria sentido devido ao ressentimento, ao olhar para o universo e perceber a sua insignificância ele cria sentido como resposta ao medo horripilante de enfrentar a realidade da magnitude do universo e sua insignificância perante ele.

    Marx mostrou a verdade que o homem é fruto da luta das classes e a hipótese de que a idéia de Deus era algum tipo de projeção do ser humano para ficar alienado e não tomar as atitudes que tem que tomar na vida.

    Esses homens fizeram a humanidade ser um pouco mais humildes em relação a si mesmo, quanto à frase “Deus meu Deus meu porque me desamparaste?”.

    Sinceramente acredito nessa frase o mais literal possível, acredito mesmo que Cristo duvidou com toda a sua alma, esse grito foi o desespero de Deus a perceber a hipótese da ausência do próprio Deus!

    Quando essa consciência ganha corpo em meio as nossas dúvidas, esse o grito emerge do fundo da alma” (È claro que a teologia tradicional faz um malabarismo dos infernos para dar uma explicação a esse versículo da cruz, mas não há distorção hermenêutica que consiga! Hahahahahahah).
    Abraço.

    ResponderExcluir
  59. Amigos e leitores do blog

    Estarei dando uma saidinha agora, irei passear um pouco com minha família, devido a isto, estarei um pouco ausente, sendo que devo retornar a esta sala do pensamento a noite, enquanto isto, podem comentar e debater a vontade, pois aqui a sala é nossa!!!!


    J. LIMA
    De antemão quero lhe dizer que li o teu brilhante comentário, mais uma vez como sempre, com toda certeza foi um dos melhores desta dezenas de comentários. A noite eu comento o seu texto, mas também de antemão venho-lhe assegurar que você foi também no âmago da postagem!!!!


    WAGNER
    Você não disse que muitos dos filósofos e das mentes brilhantes da humanidade discordam de mim, mais pela bela e significativa aula do professor J. LIMA, vejo que não é bem assim, ou nada assim!!!!

    Antes de falar um monte de besteira, vê sê toma umas aulinhas pelo menos com o professor J. LIMA, ai depois você vem falar dos pensamentos alheios, pois você não tem nenhum, e os que você diz ter, na verdade foi interpretação equivocada sua meu amigo.

    Não fica tristonho não, meu amigo barba-de-arão-ungida!!! Hahahahahahah

    ResponderExcluir
  60. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  61. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  62. Meus amados irmãos, vocês estão se digladiando à toa!rsss

    Andei lendo todos os comentários, e devo salientar que as mentes de todos vocês me surpreende. O José Lima hegou chegando, falou um monte de verdades...o Isaías Medeiros que demora para aparecer, falou coisas que até os criadores do filme Matrix, gostariam de ter dito no escripte.

    Mas Marcio e Wagner, vocês não vão chaegar a lugar algum, se ficarem trocando "farpas"dessa maneira.rss! Deixem-me então dar minha breve, mas espero que contundente opinião sobre esse assunto que assusta à todos "A morte"...9E não venham me dizer que ninguem aqui tem esse medo, porque vou dizer que é um mentiroso!) Talvez alguns de vocês estejam simplesmente "preparados" para morrer, mas daí a dizer que não têm medos ou crises como quiserem nominar...acho que é engano.

    O que acontece com sentimentos das pessoas, as vezes é muito difícil de se explicar. O amor uns pelos outros está presente até mesmo entre as pessoas más do planeta. Sentimos ódio, raiva, paixão, amor, saudade. Porém, é a separação eterna que nos deixa muito chateados, ou em crise. Saber que nunca mais verá aquela pessoa e que nunca mais tornará a falar com ela, lembrar das coisas que deveríamos ter dito ou feito nos deixa um sentimento amargo que causa muita dor e saudade.

    A morte não tem volta e não tem reencontros. Daqui, um dia partiremos para jamais voltar. Jamais encontrarmos com alguem conhecido.

    Já vi muitas pessoas sem medo de morrer, porém estas pessoas estão cegas pelo ardente desejo de se tornarem heróis e com isso acabam se esquecendo que as pessoas ao redor olham para estas pessoas com sentimentos de perda.

    Pais, mães, irmãos, primos e amigos, todos se vão, todos um dia saírão das nossas vidas físicas e permanecerão apenas em nossas memórias e sonhos. Saiba que as pessoas que estão a sua volta tambem te amam, saiba também que um dia teremos que saír de cena para que outros atuem. Faça o seu melhor, faça o que tem vergonha de fazer, diga o que voce tem para dizer e nunca deixe para depois...assumam quem são , pois como diz o Isaías.."deve mesmo ser horrível viver uma vida só, fingindo ser algo que não somos". Aproveite o máximo que pode, pois nunca saberemos o momento em que o Senhor nos chamará.

    Agora pode cair matando porque disse que o Senhor nos chamará!rsss

    ResponderExcluir
  63. Só citei para você notar o quanto você está equivocado.

    Nem a evolução conseguiu negar uma força criadora, hoje até se cre na evolução mas que tem como principio a criação.

    Pensamentos "novos" e equivocados. Essa sala não é de pensador e sim de menino. Seus pensamentos são espontâneos como de um nenem que não consegue segurar o coco.

    A maioria dos filósofos citados pelo J.Lima, acreditavam em Deus (não no da religião) e você não.

    Então temos que recuar ao princípio e não aos antropologos citados (queria que ele me desse a fonte desse antropologo). O problema é que ele fala de teologia sem conhecer.


    fico por aqui

    ResponderExcluir
  64. Prezado Márcio

    Fico feliz em ter assustado você, pois uma das características que mais prezo em mim é a capacidade de chocar. Sim, sei que isso soa "frase de efeito", mas é verdade.

    Quanto a eu ser um E.T., não descarto a hipótese. Aliás, a diretora do colégio onde fiz o ensino médio (uma assembleiana, irmã Vilma, uma senhora muito querida e inteligente, por sinal) me dizia a mesma coisa! E eu nesta época havia saído da seita onde fôra criado, estava muito filosófico e poético e usava um cabelo bem "filosófico" mesmo, digamos assim. Para você ter idéia, eu às vezes ia no recreio no gabinete dela (voluntariamente!) e até perdia as aulas seguintes, de tanto que gostávamos de conversar. Mas, resumindo, ela também não escondia de mim as suas dúvidas quanto a minha natureza terrestre ou extra-terrestre. Para todos os efeitos, "estou" terráqueo mesmo, e de Floripa, terra do Guga.

    Quanto ao que o nosso amigo Nureda diz, isso é responsabilidade dele, mas talvez ele tenha um pontinha de razão... afinal, se sou um ET, bem que eu posso ser uma... estrela, hehe.

    Demorei porque trabalhei sábado e domingo e estou escrevendo desde cedo porque estou de folga hoje. Só hoje, porque amanhã faço hora-extra de novo ("porca miséria", rsrs)

    Se quiser comentar meu comentário será um prazer, mas vejo que h´ muita coisa sendo tratada (e destratada rsrs) por aqui.

    Pra terminar, posso ser um ET, mas sou bom brasileiro porque gosto de samba e de futebol! Que o diga o Sambródomo ontem, hehe. É, estou "perdido", eu sei.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  65. WAGNER

    Maldito sejas seu maldito barba-de-arão-ungida por atrasar o meu passeio com minha família!!!! hahahaha
    Mas antes de sair, eu vou comentar o seu comentário, não posso deixar para a noite:

    Realmente WAGNER, eu estou tão equivocado em meus pressupostos que levantei em minha postagem, que todos que comentaram por aqui – e não foram poucos – concordaram e não discordaram de meu texto, apenas você, sendo que foram grandes pensadores, dentre eles quero destacar o PROFESSOR J. LIMA, o grande ATEU FILOSOFO CARLOS H. BARTH, o MESTRE LEVI, o MESTRE DO SIMBOLISMO E RELIGIÃO EDUARDO MEDEIROS, a grande mente da confraria ISAIAS MEDEIROS entre muitos outros, ou seja, com quem será que eu fico???

    Com esses grandes pensadores da blogosfera, ou em você WAGNER????

    Eu quero saber em que momento nesta sala do pensamento eu disse que não acredito em Deus????

    Existi sim, um “deus” com ”d” minúsculo em que eu jamais acreditaria, o qual É O SEU WAGNER!!!!
    Pois esse seu deus não impede guerras, assassinatos, pedofilia, estupros, maldades e acidentes no mundo, mas livre um menino mimado de dividas financeiras????

    Que deus mais medíocre esse meu amigo!!!!!

    Agora você quer debater até com o J. LIMA????
    Que loucura é esta de dizer que ele fala de teologia sem conhecer?????
    Você esta ficando louco mesmo, pois você será detonado por ele, você não o conhece, não sabe de seu potencial, melhor você não se meter com ele.
    Depois diga que eu não avisei!!!!!

    Abraços e não fica bravinho comigo não, viu barba-de-arão!!!!!

    ResponderExcluir
  66. Se eu fosse você ficava comigo.
    A minha formação, não preciso falar, mas garanto que é muito mais do que qualquer um aqui. Talvez o Eduardo saiba de alguma coisa.

    Vamos ficar por asui

    ResponderExcluir
  67. O Sr. Wagner, enquanto dava seu show de maturidade e nos apresentava a Verdade (estabelecida pela sua formação e pelo seu tempo de vida) esqueceu-se que a Verdade nua e crua, quando apresentada sem a devida delicadeza, é idêntica a uma grosseria qualquer.

    Longe de mim querer questionar a experiência de vida de qualquer um aqui, mas me chama a atenção a necessidade do apelo à autoridade do pai para lastrear o que deveria ser um argumento ao mesmo tempo simples e poderosamente convincente, ou deveríamos esperar menos da Verdade?

    Palavras ásperas são indício de causa fraca.

    Há sempre a possibilidade de estarmos diante de gênios autênticos e incompreensíveis ao nosso limitado intelecto. Quem afirma conhecer o caminho da Verdade, ou é um gênio, ou é um iludido. Considerando a quantidade de gênios e a quantidade de iludidos que a humanidade produziu até hoje, já sei qual é meu palpite.

    Não é justamente o medo de ser um iludido que compõe a maioria das crises existenciais? Não é justamente a ilusão a ferramenta para evitar a maioria delas?

    Não se trata de um ataque pessoal a ninguém, apenas uma tentativa de elaborar algum pensamento produtivo mesmo diante de uma série de apelos à autoridade usados em comentários deste post.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  68. WAGNER

    Eu não iria jamais falar da tua experiência, pois tua experiência se resume a isto: TUA experiência!!!

    Mas como você tornou a sua experiência publica em um debate que envolvia muitas coisas, eu questionei apenas tendo em vista a reflexão.

    Mais uma vez eu repito, foi a TUA experiência, independente de acreditarmos ou não, sinceramente eu respeito isto, mas a partir do momento em que você se utiliza dela para fortalecer os seus argumentos, não dá para evitar os questionamentos, até porque o blog existe para isso: debatermos idéias, questionando e formulando argumentos!!!!

    Enquanto ao restante do que descreveste da minha pessoa, eu sou mesmo um louco-moleque-contraditorio que tenho aprendido muito com você e com todos da confraria!!!

    Mas volto a ratificar para todos que estão de fora e possam vir interpretar equivocadamente nosso caloroso e provocativo debate, somos amigos, e respeito muito a sua formação e pessoa.

    Mas agora você falar que de todos ali que comentaram você é o que possui mais formação, pode até ser verdade, pois eu sei pelo que as pessoas falam de você, mas eu não sei até que ponto vai à formação dos outros, e mesmo assim Wagner, não seria um menosprezo por todos????

    Fica aqui minha sincera analise, de alguém que gosta muito de você

    Abraços
    Marcio Alves

    ResponderExcluir
  69. Queridos pensadores da blogosfera.
    E muito bom estar com vocês.
    Li os comentários do amigo Wagner e percebi que sem dúvida e muito inteligente, e tem personalidade marcante.

    Bom... Como nos debates da blogosfera não existe para ter vencedores, mas sim compartilhar pontos de vista e o meu nome foi citado quer explicar o teor dos meus comentários.

    Em relação ao comentário do amigo
    “NEM A EVOLUÇÃO CONSEGUIU NEGAR UMA FORÇA CRIADORA, HOJE ATÉ SE CRE NA EVOLUÇÃO MAS QUE TEM COMO PRINCIPIO A CRIAÇÃO”.

    Creio que o amigo Wagner deve ter lido as 2 ultimas linhas do 3º parágrafo onde escrevi:

    “aliais gosto muito da teoria neo-darwiniana ou teísmo evolucionista, abominado pelos cristãos ortodoxos”. (pode ser que o desejo de contrariar o Marcio era tanto que não percebeu que estaria fazendo uma critica injusta ao meu comentário. Hahahahahahahh)


    A MAIORIA DOS FILÓSOFOS CITADOS PELO J.LIMA, ACREDITAVAM EM DEUS (NÃO NO DA RELIGIÃO) E VOCÊ NÃO.

    Wagner concordo em numero grau e gênero, e em nenhum momento eu disse que eles não acreditavam em Deus, apenas comentei que esses filósofos colocaram o homem no seu lugar, mesmo porque depois de GALILEU, até agora na era da NANOTECNOLOGIA, quanto mais evolui a ciência mais diminuto fica o homem, aliais essa grandeza da teologia ortodoxa judaico-cristã, ignora o fato do homem ser a mais nova criatura do universo, antes de existir o homem já existia MOSQUITO!hahahahahahhaha. Acho que é por isso que os cristãos no geral não se preocupam muito com a ecologia! Se tudo o que foi criado foi em pról dele, logo ele é superior e, portanto pode viver sem a natureza, mesmo sendo composto da própria natureza! Que orgulho! hahahahahahhaah

    ENTÃO TEMOS QUE RECUAR AO PRINCÍPIO E NÃO AOS ANTROPOLOGOS CITADOS (QUERIA QUE ELE ME DESSE A FONTE DESSE ANTROPOLOGO). O PROBLEMA É QUE ELE FALA DE TEOLOGIA SEM CONHECER.

    Olha Wagner você não citou sobre o que eu citei de algum antropólogo, agora sobre a CONSCIÊNCIA DE TRANSCENDÊNCIA no homem, tendo origem quando o homem é confrontado com a sua FINITUDE não preciso citar o nome de um antropólogo, pois isso é básico em qualquer livro de INTRODUÇÃO A ANTROPOLOGIA.

    Como não sei que assunto a que você se refere também não posso citar nenhum nome de algum antropólogo, mas poderei postar se você falar qual foi o assunto. Ok?


    Agora a ultima abordagem sua
    “O PROBLEMA É QUE ELE FALA DE TEOLOGIA SEM CONHECER”.

    Mas uma vez concordo com você! Hahahahahah
    Mesmo porque o “CONHECER” que você se refere certamente tem sua epistemologia na definição do ocidente oriundo na ontologia grega que CONHECER é “A OBSERVAÇÃO ENTRE O SUJEITO E O OBJETO”, ou seja, descrição, a tão chamada TEOLOGIA, tem sua gênese nesse entendimento, logo o TEOLÓGO, é aquele que elabora um discurso descritivo sobre DEUS. Se possível usando a LEI DA NÃO CONTRADIÇÃO de ARISTOTELES, pois esse é o objetivo do LOGOS, “lógica” e sinceramente se há uma coisa que não vejo no “estudar Deus”, é LÓGICA!

    Continua...

    ResponderExcluir
  70. Continua...
    Esse conhecer dogmático coloca o CONHECEDOR como observador e supremo sobre o objeto observado, essa foi à construção desde a Grécia clássica que já está ultrapassada, pois se achava que o universo cosmos era “Cosmético”, fechado, e o LOGOS era o principio unificador que dava ORDEM no CAOS.

    Eu prefiro o “CONHECER” na definição do Antigo Testamento que não é a atitude passiva entre o SUJEITO E O OBJETO do conhecimento, e sim uma INTERAÇÃO, de forma que só conhece quem EXPERIMENTA, conhecer na bíblia é EXPERIMENTAL ou seja “conhecer” é “AFETAR E SER AFETADO” o SUJEITO afeta o OBJETO que se busca conhecer, ao mesmo tempo em que afeta o objeto do conhecimento. Essa é a minha teologia.

    Jesus mesmo defendeu essa epistemologia do CONHECIMENTO EXPERIMENTAL como processo para o CONHECIMENTO COGNITIVO:

    JOÃO 7:17 “Se alguém quiser FAZER (PRÁTICA) a vontade dele, pela mesma doutrina CONHECERÁ (ENTENDIMENTO) se ela é de Deus ou se eu falo de min mesmo” ( GRIFO MEU).


    Olha Wagner tenho formação de MESTRE EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO com ênfase na missão da igreja, mas sinceramente não fico firmado em definições estáticas produzida pela sistematização humana, gosto mesmo e de ler tudo o que cai na minha mão! Rssss.

    Confesso a minha ignorância realmente não conheço nada do que observo primeiro porque até o elétron às vezes se comporta como ondas e às vezes se comporta como partícula” , e sabe porque? A consciência do observador altera o comportamento do elétron as partículas quando estão sendo observadas adotam um comportamento diferente daquele que tem quando não estão sendo observadas. (Qualquer semelhança com a produção teologia do cristianismo atual não é mera coincidência é ciência ! hahaahahahhaahahha.)

    Abraço a todos da confraria.
    J. Lima

    ResponderExcluir
  71. Madonna mia! Será que errei de blog?rsss

    Caramba! Os caras estão rasgando o verbo! Ôh! J. Lima! Cara você é uma enciclopédia ambulante! Tá pior que eu...que gastei 4 anos e meio lendo todos os 24 facículos da Laroussen Cultural!

    Mas gostei muito de todos os comentários...Carlimhos Barth (simpson)rss Você é muitíssimo bem vindo aqui...tem contribuído muito para nossos comentários e textos.

    Wagnão! Seu conhecimento é quase que infinito...mas eu disse quase pois, na história, temos visto com freqüência, infelizmente, que o possível se torna impossível e podemos pressentir que as mais ricas possibilidades humanas permanecem ainda impossíveis de se realizar.

    Mas vimos também que o inesperado torna-se possível e se realiza; vimos com freqüência que o improvável se realiza mais do que o provável; saibamos, então, esperar o inesperado e trabalhar pelo improvável.

    Precisam entender também que, analisando dialeticamente, não há conhecimento absoluto, pois tudo está em constante transformação. Todo saber traz consigo sua própria superação.

    Portanto, não há saber nem ignorância absoluta: há apenas uma relativização do saber ou da ignorância. Por isso, é por isso não podem se colocar na posição de ser superiores, que ensinam um grupo de ignorantes, mas sim na posição humilde daqueles que comunicam um saber relativo a outros que possuem outro saber relativo.

    Obrigado J. Lima...Wagner...Carlos H. Barth, e a todos que contribuem para nossa relativa evolução de pensamentos.

    ResponderExcluir
  72. Errata!
    Essa frase:
    “conhecer” é “AFETAR E SER AFETADO” o SUJEITO afeta o OBJETO que se busca conhecer, ao mesmo tempo em que afeta o objeto do conhecimento. Essa é a minha teologia.

    Deveria ser:
    "“conhecer” é “AFETAR E SER AFETADO” o SUJEITO afeta o OBJETO que se busca conhecer, ao mesmo tempo em que o objeto afeta o sujeito que busca o conhecer"

    Até a próxima. rsss

    ResponderExcluir
  73. Edson percebo que você tem um conhecimento muito extenso, pois o seu comentário final foi fantástico:

    "Precisam entender também que, analisando dialeticamente, não há conhecimento absoluto, pois tudo está em constante transformação. Todo saber traz consigo sua própria superação"

    Está em plena concordância com uma das últimas teorias de que o universo existe como uma espécie de "REDE",onde tudo está conectado com tudo, o nome dessa teoria é AUTOPOIESE, termo grego que mostra o universo que FAZ A SÍ MESMO, ou seja ele é AUTONOMO, tudo se forma e transforma através da vida que há nele.
    Abraço e obrigado pelo elogio!rsss.

    ResponderExcluir
  74. Parece-me que toda a questão da crise existencial do homem gira em torno da busca pela verdade que lhe pacífica o coração e acalma a alma.

    Mas pensem: o que é verdade? Sendo que a verdade de ontem que satisfazia nosso entendimento não é a verdade de hoje que acalma nosso coração.

    Sem contar que tudo o que para nos é verdade agora, não será verdade amanha, pois para quem abriu a porta para a duvida e para o conhecimento estará sempre num processo continuo de aprendizado que nunca terá fim.
    Sempre o nosso conhecimento atual será o mais verdadeiro, e sempre estaremos errados nas coisas que antes acreditamos. Acaso seria o nosso ultimo estagio de vida aquele que encontramos a verdadeira verdade?

    Não lógico que não, pois se vivêssemos mil anos discordaríamos totalmente das coisas que acreditávamos quando tínhamos setenta anos, idade em que a maioria saudável morre.
    Por isso nunca, nunquinha chegaremos ao conhecimento da verdade. Mais por isso não existe verdade?Lógico que sim! Tudo o que acreditamos hoje é a nossa verdade, assim como foi para nos o que antes acreditamos.

    E como diria meu velho mestre John Stuart Mill: verdade é o que nos faz bem a alma, a qual produz paz em nosso ser e em nosso semelhante que esta ao nosso lado, pois não existe bem maior do que a felicidade dos seres vivos, e se o que cremos nos inunda a alma de esperança, ao ponto de repartimos com aqueles a qual estão conosco na mesma oportunidade da existência, essa será a nossa verdade. Já que a absoluta nunca ninguém ira alcançar.

    Mesmo que o nosso conhecimento passado seja considerado por nos como obsoleto, foi através dele que chegamos até aqui hoje, assim como o que hoje acreditamos será tido como ultrapassado no futuro, mas são esses conhecimentos e certezas atuais que nos levarão como mapa para um estagio melhor de compreensão.

    A verdade esta em movimento, e apenas estamos nela em algum ponto de sua rotação, e por isso sempre acreditaremos nela de um ponto de vista, visto não podermos ter todos os ângulos possíveis, mas apenas de forma gradativa enxergar a cada dia melhor.

    Hoje o que creio é verdade, assim como o que crerei amanhã será a minha verdade de amanha, mas somente quando ela me levar para frente, e me fazer ser um homem melhor, e me dar paz a minha alma e me fazer ter um coração mais bondoso e paciente com aqueles que comigo caminha, (mesmo que atrás de mim) neste mundo de Deus.

    ResponderExcluir
  75. Professor J. LIMA

    O maior “mal” de um debate é ânsia de vencer, independente dos argumentos, portanto, não leve a serio muita das coisas que o WAGNER disse, pois disse no calor do debate, neste desejo de me contrariar acabou sobrando até para você. Hahahahahaha

    (Bem feito também, quem mandou você ficar no meio da Linha de tiro???!!! Hahahahaha)

    Gostei muito da bela e significativa aula, pode ficar a vontade, pois esta “sala do pensar” também é a “sala do ensinar”, portanto, se sinta em uma escola dando aula para os seus alunos. Hahahahahah

    Abraços

    ResponderExcluir
  76. William James

    É um imenso prazer ter lho por aqui, ainda mais contribuindo com pensamentos tão riquíssimos.


    Apesar das boas vindas, quero destacar em seu comentário, os trechos em que gostaria de uma melhor reflexão, passando a questionar:


    Sua fala: “Parece-me que toda a questão da crise existencial do homem gira em torno da busca pela verdade que lhe pacífica o coração e acalma a alma”.


    Minha resposta: concordo com você quando se diz que a grande questão da crise existencial, gira em torno da BUSCA pela verdade, pois de fato, todos nós buscamos a verdade, mas discordo questionando ser esta mesma verdade pacificadora e acalentadora do ser.


    Mas isto vai depender de ONDE se procura, e QUAL é esta verdade.
    Pois toda religião oferece a sua verdade ao homem, podendo si ser, e geralmente se é, ilusória, como por exemplo; a vida após a morte.
    Não sabemos, não há como comprovar, sendo a verdade religiosa, muito mais uma questão de fé do que da razão do sentindo empírico.


    Mas agora se partimos em busca da verdade em OUTRO LUGAR (apenas na realidade nua e crua de nossa existência), e uma OUTRA VERDADE (aquela que vivemos em nossa existência), não poderíamos ao invés da felicidade encontrar a desilusão???
    Não seria a desilusão uma anti-felicidade, ou como disse você “verdade que lhe pacífica o coração e acalma a alma”, não seria exatamente o contrario??
    Ao invés de pacificar e acalentar o coração, não seria uma angustia a verdade crua e nua da nossa existência???


    Sua fala: “verdade é o que nos faz bem a alma, a qual produz paz em nosso ser e em nosso semelhante que esta ao nosso lado”.


    Minha resposta: A meu ver, você faz uma ponte entre a verdade e felicidade, já eu, faço uma ponte da verdade com a desilusão, e a ilusão com a felicidade.
    Pois olhe para as crianças, e veja que são os mais felizes, justamente por NÃO CONHECEREM, NÃO TEREM CONSCIÊNCIA COMO NÓS TEMOS, NÃO IMAGINAREM QUE BREVEMENTE VÃO MORRER, POR NÃO INDAGAREM SE EXISTE DEUS, NA VERDADE NEM SABE DA CONCEPÇÃO DE DEUS, ISTO SERÁ CONSTRUINDO PELO MEIO EM QUE VIVEM, NÃO SE QUESTIONARAM PARA ONDE IRÃO DEPOIS QUE MORREREM, OU SEJA, SÃO INOCENTES, VIVE UMA DOCE ILUSÃO E POR ISSO QUE SÃO FELIZES!!!!!


    Mas quero deixar claro que concordo com tudo que você escreveu sobre a verdade, menos é claro esta ponte que você faz dela com o bem estar.


    Pois o bem estar, a felicidade plena só existi em contos de fadas e para as crianças!!!!


    Muito obrigado por sua participação, espero que volte outras vezes, pois aqui é um constante construir desconstruindo em uma dialética reflexiva, onde o responder talvez, o questionar sempre, o contrariar se necessário for, mas crescer e amadurecer é o alvo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  77. É Marcio realmente você é uma criança idiota que não estudou nada e não sabe que esses pensamentos de William James e John Stuart Mill são praticamente a essência do pragmatismo norte americano sendo Sturat considerado o fundador e Jaimes um dos maiores propagadores da filosofia pragmática.

    Mas discordo de você que a verdade seja uma disiluzão, primeiro porque você não entendeu que aqui a verdade só é quando funciona, quando eleva o ser visto que nunca seu burro, entenderemos toda verdade,( puta que lá merda se esse idiota entendesse não ia ficar com essa coisas ridículas: "sua frase" "minha frase")

    Márcio será que eu vou ter que ser mais claro, não existe possibilidade de verdade crua e nua, somente de palpites sobre a existência, e somente para um ser ansioso e ambicioso o que ele vê como verdade será um infelicidade, pois a partir de conhecimentos realistas ainda que provisórios ele pode redireccionar melhor a sua vida.

    Depois eu continuo, falar nisso cade aquele cara o Gresder, ele sim ia me entender, o cara é fera na subjtividade, e também ele não é igual a você que perde o amigo mais não perde o debate.

    ResponderExcluir
  78. Esdras! Quer dizer que você não tem tempo pra comentar os "comentários" no seu blog...e vem aqui com mais um personagem que não existe, e fala um monte de abobrinhas!

    Seu famoso "puta que lá merda" te denuncia garoto.

    Vai aí um conselho:
    Nunca ouse escrever...aquilo que não tem coragem de assinar seu nome!

    ResponderExcluir
  79. Fiquei tres dias com apenas uma hora de internet por dia e só estava dando temporara ler esse comentarios muito mais ou menos pois eu passava por sima dos mais chatos rsrs

    Estava muito facil de saber que era eu seu besta.eu só queria encher o saco do Marcio, aquele imbecil, caramba como e gostoso xingar ele.

    assinado: Puta que lá merda

    ResponderExcluir
  80. Edsom voce passou de uma foto ridicula para uma montruosa, esta parecendo um homem de duas cabeças.

    Deixa eu ver se leio algus textos por ai antes que acaba a p... da hora.

    ResponderExcluir
  81. Seu moleque! rsss
    Que negócio é esse de denegrir minha foto? Saiba que esse aí é o ser mitológico de duas cabeças da blogosfera! (mate a charada se puder)

    Vocêestá me saindo um tremendo FDP...não comentando seu leitores!

    Mas pode ler aí..eu vou deixá-lo em Paz...com seus amigos imaginários!rsss

    ResponderExcluir
  82. Foi o Ninguém que disse, foi o Alguém que disse e o eu que disse, quer dizer não foi eu que disse; eu disse, ah... vão a merda!que o maldito programa já DISSE que só me faltam cinco minutos

    ResponderExcluir
  83. GRESDER SIL (o famoso personagem fictício “William James”, “ninguém”, “alguém” e “eu”)

    Você gosta de me xingar, pois você projeta em mim o que você gostaria de ser, mas nunca será, e por isso há necessidade constante em seu ser de me ofender por não conseguir ser e se frustra sendo o que não deseja ser, pois eu sou o que só eu sou, pois o sou sendo eu mesmo!!!!

    Agora está mais do que provado quem é o moleque aqui que ainda não saiu das fraldas, mas, no entanto adora aparecer, pois não é, e tem necessidade de ser reconhecido, pois não se aceita como é!!!!

    Não vou perder meu tempo discutindo com você, não vale apena, quem sabe quando você crescer ai poderá vir a conversar comigo................

    ResponderExcluir
  84. William James nao é um personagem seu idiota, ele é um filosofo pragmatista.

    ResponderExcluir
  85. GRESDER SIL

    Por que ao invés de se comportar que nem uma criança mimada que faz de tudo para chamar a atenção, você não se comporta com um homem, e comenta a minha postagem com respeito e dignidade, mesmo que seja para discordar, como todos que aqui participaram, o fizeram???

    Ou será que você não tem capacidade para isto, e devido a isto, fica que nem uma criança fazendo suas traquinagens????

    Quer aparecer Gresder, vai lá na feira e compra uma melancia e pendura no pescoço, ai todos olharão para você!!!!!

    ResponderExcluir
  86. Como assim comenta a sua postagem?

    O William já comentou por mim, e também já comentou o seu comentário seu cabeçudo.

    Mas eu não vou ficar brigando aqui com você, pois eu perco o debate mas não perco o amigo... seu mané!!!

    ResponderExcluir
  87. GRESDER SIL

    Como bem você disse o William James comentou e comentou citando outro filosofo – caramba meu, até comentando com personagem fictício você não pensa os pensamentos, mas apenas reproduz algo já pensando!!!

    Agora eu pago para ver Gresder, VOCÊ comentar COM SEU PENSAMENTO a postagem, será que você de tanto se esforçar para memorizar os pensamentos dos filósofos, não conseguindo pensar por si só, conseguiria expressar a SUA OPINIÃO???

    Não precisamos perder a amizade por causa dos debates, ao menos que você seja uma criançinha indefesa e muito sensível, que se machuca com debates – neste ponto eu concordo com você, se não for homem, melhor não debater!!!!

    ResponderExcluir
  88. Eu não preciso provar nada para ninguém.

    O pensamento é meu, o comentário é meu, e se o Willian estive aqui ele apenas diria que fiz uma boa ou mau aplicação do pragmatismo.

    Fui, amanha de noite eu volto seu mala, se você não sai da frente dessa p... problema é seu, eu sou feliz, por isso nao me acabo com isso.

    ResponderExcluir
  89. GRESDER SIL

    Se você não precisa provar nada para ninguém, porque você esta tentando provar que não precisa provar???

    Você vem na minha casa, abri a minha geladeira, toma minha coca-cola – pois eu não gosto de cerveja – me ofende, zoa de mim, e ainda me diz que eu é que sou o mala????

    ResponderExcluir
  90. GRESDER SIL

    Xeta-cola????
    É mais uma das suas subjetividades????

    ResponderExcluir
  91. Como é bom a gente ser inteligente. pois mesmo quando escrevemos errado as pessoas vão pensar que estamos transmitindo uma mensagem velada.

    Seu BURRO eu queria dizer xeREta-cola, o refrigerante de cola da Xereta, seu xereta

    ResponderExcluir
  92. Xereta-cola???? existe tal aberração??

    Olha, o tema aqui é muito profundo, por isso os manos estão tão acalorados. Marcinho, assim que der, vou escrever também sobre o medo/não-medo da morte.

    Quanto a ouvir a voz de deus...

    Ontem mesmo ouvi o Waldomiro Santiago dizendo que ele "falando" com deus, pediu ao senhor que o ensinasse a pregar, já que ele se diz um jeca que veio do mato. E ele disse que deus tinha lhe respondido, que estudar, saber falar bem, saber pregar, não era o que deus queria dos seus apóstolos, visto que tantos que eram doutores acabaram "caindo".

    Ou seja, o ser "todo sapiente" quer que seus apóstolos sejam todos jecas sem cultura.

    Sinceramente, para mim, ouvir alguém dizer que "deus falou comigo" não quer dizer absolutamente nada...pelo menos não para mim, que nunca ouvi e nunca vou ouvir a voz do Todo-Poderoso.

    Quem a ouviu e disso criou religiões, interpretações, doutrinas universais, recebeu uma orientação de vida, ou coisa parecida, deve falar por si só.

    ResponderExcluir
  93. Prezado Márcio:

    Esta é a primeira vez que faço um comentário neste blog. Tenho-o acompanhado como que "de longe", sem me manifestar.

    De início, tive a impressão de que você procurava chocar as pessoas, com sua visão heterodoxa sobre assuntos relacionados à fé, ao cristianismo e à teologia.

    Imaginava que você procurava impactar para obter "IBOPE".

    Já não penso dessa forma; mas ainda que pensasse, tenho a convicção de que todo ser humano acaba por projetar um pouco, muita coisa ou tudo de si nos textos que escreve.

    Este seu texto sobre "crise existencial" despertou ainda mais a minha atenção, como de resto, a das quase cem pessoas que me antecederam.

    É certo que toda pessoa que pensa, cedo ou tarde viverá uma crise existencial. Eu não fui exceção e, por esse motivo, empatizei-me com suas palavras.

    É a verdade; e não a hipocrisia, o que choca.

    Foi através da verdade que Jesus confrontou fariseus, saduceus, escribas e doutores da Lei de Moisés.

    Creio que entendo você. Mas, a despeito disso, gostaria que lhe pedir que procure relembrar-se das coisas boas do "primeiro amor", único antídoto, talvez, contra a apostasia.

    E, se ainda não os leu, creio que seria muito proveitoso para este seu momento ler os livros referidos abaixo:

    "A Coragem de Ser" - Paul Tillich;

    "Psicologia e Religião" - Carl G. Jung;

    "Desejo de Deus" - Juan Guillermo Droguett;

    "O Homem em Busca de Significado" - Viktor; Frankl

    "O Homem à Procura de Si Mesmo" - Rollo May; e

    "A Descoberta do Ser" - 0 Rollo May.

    Espero não tê-lo incomodado.

    Forte Abraço!

    Tony Ayres

    ResponderExcluir
  94. Marcio pelo amor de deus diga alguma coisa...cade voce... tá doente...se perdeu nos pensamentos do Sartre ou do Barth...ou esta se fasendo de dificil...

    ResponderExcluir
  95. TONY AYRES

    Sem demagogia alguma, para mim é um imenso prazer recebe-lho por aqui, ainda mais comentando, e sabendo que você acompanha este blog de “longe”. Já conhecia você lá da sala do nosso mui querido amigo e Mestre Levi, sempre li os seus riquissimos comentários, enfim, e muito bom ter você aqui conosco, seja sempre bem vindo!

    Você está certo em relação a minha motivação de escrever o que eu escrevo e como escrevo, pois escrevo com minhas entranhas, tentando ser o mais verdadeiro possivel. Se não for a “verdade” é pelo menos em um certo sentido, a minha verdade, segundo a minha consciencia.
    Como eu consigo isto?
    Simples! Eu sento na frente do computador e começo escrever da maneira que sempre escrevi, como se ninguém fosse ler, é por isso que ao ler os meus textos, você estará lendo o meu “eu” mais profundo, pois despejo toda minha essencia no texto.

    Mas em relação ao “ibope”, não dá para fugir desta realidade, pois embora não imaginasse que o blog fosse chegar neste nivel de audiencia, hoje, entendo perfeitamente que, ao escreve deste jeito, fungindo das obviedades que a maioria escrever para agradar, acabo por atrair pessoas de todos os tipos e crenças, nem que seja para discordar de mim. Rsrsrsrs

    Esta sua frase, sintetiza a minha essencia de escrever: “É a verdade; e não a hipocrisia, o que choca”.

    Quanto aos livros que me indicastes, estarei acrescentando a minha lista de livros que estou lendo.

    Obrigado pela indicação, comentário e presença nesta sala do pensamento.

    Abraços

    ResponderExcluir
  96. GRESDER SIL

    Depois desses longos debates com o WAGNER e agora no final contigo, estou exausto, preciso pegar um “ar” e respirar um pouquinho, pois afinal eu não sou de ferro. Hahahahahahah

    Mas eu vejo como você é carente de mim Gresder, você não consegue viver sem a minha presença, pode abrir o coração e falar a verdade. Hahahahaha

    Na verdade Gresder, eu as vezes preciso trabalhar de verdade, e por isso estou um pouco ausente, mas não precisa chorar não, eu não vou te abandonar. hahahahaha

    ResponderExcluir
  97. Legal, Ayres, você aparecer por aqui. Mas quero fazer uma pergunta, com todo respeito: O que você quer dizer com as coisas "boas do primeiro amor" e com "apostasia"? Você percebe algum apóstata por aqui?

    Faço essas perguntas apenas para esclarecer esse ponto e saber qual o seu pensamento sobre a questão, ok?

    Beleza de lista que você sugeriu heim? Tillich, eu tenho mais ainda não li, o do Frankl, é um dos livros que mais me fizeram refletir sobre a existência.

    abraços

    ResponderExcluir
  98. EDUARDO MEDEIROS

    Essa tal de “Xereta-cola” é uma invenção Gresderiana de última moda, como podes nunca ter escutado???

    Crise da morte, só não tem que já morreu, pois o prêmio dos mortos é nunca mais morrer!!!

    Em relação a ouvir a voz de Deus, eu a ouço todos os dias, todas as horas, sabe como??
    Através da minha consciência!!!!

    Abraços mano

    ResponderExcluir
  99. Paii eu achei muiito enteressante embora eu não tenha entedido completamente tudo..
    Maiis euu acheii beem interessate..
    Ae Nureda não reclame do Jeiito q eu escrvoo Táh?

    ♥♥

    ResponderExcluir

Se você já leu, ou pretende ler este livro, e tiver alguma dúvida...é só perguntar.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...